quinta-feira, 27 de novembro de 2014

A QUEM INTERESSAR POSSA:

Uma meia dúzia de puxa-sacos da "nobre" administração Florentino Neto, por conta do contra-cheque que recebe da Prefeitura, acha ser recalcado quem critica a administração municipal. Como eu critico, coloquei a carapuça.Sim, talvez eu seja recalcado porque quado comecei no jornalismo havia um prefeito chamado Dr. João Silva Filho, que muito fez pela cidade mas não gostava de publicidade. Os amigos da imprensa era quem divulgava de forma tímida, sem a autorização dele. E aí estão as escolas, os calçamentos, as creches, a mureta do Rio Igaraçu, os Mercados, tudo feito por ele e resistindo ao tempo. Muito diferente de hoje, quando as "obras" vão ao chão diante de ventos um pouco mais fortes. E o que dizer dos calçamentos de hoje? Sim, deve ser recalque. E eu tô morrendo de contrariado por conta disso!
PS(Post Scriptum): Não gosto de unanimidades. Lembrar em 1994, quando 98%  dos parnaibanos votaram em Mão Santa para governador do Estado, eu estava do outro lado, votando contra. O tempo passou e mostrou quem sobreviveu - ele na política e eu no jornalismo.

Revoltado, pai de Mateus procura emissoras de TV de Parnaíba e desabafa

O pai do empresário Mateus Portela, Jenilson Véras,  procurou na manhã desta quinta-feira (27/11) as emissoras de televisão de Parnaíba pedindo para gravar entrevista, para falar sobre a divulgação das imagens das câmeras de segurança que flagraram o exato momento da tragédia que deixou três pessoas mortas no Complexo Turístico do Porto das Barcas, na última segunda-feira (24/11).
Segundo Jenilson as imagens foram cedidas para a Polícia Civil realizar a investigação do fato. Ele afirma que ficou surpreso e revoltado com a divulgação das imagens em sites, redes sociais e emissoras de televisão. Para Janilson Veras, houve irresponsabilidade por parte do delegado que preside o inquérito policial.
EM TEMPO: Na TV Delta, após a entrevista do pai de Mateus,  fomos ouvir o outro lado, no caso o delegado Arthur Leal. Ele achou normal o fato de haver liberado as imagens para a imprensa e esta haver divulgado para a população (BS). (Com informações do Portal Costa Norte)

SONHO REALIZADO

A Prefeitura Municipal de Parnaíba, desde a última quarta-feira (26), vem dando continuidade aos trabalhos de demolição e desocupação da Praça Antônio Dumont, popularmente conhecida como Praça da Santa Casa.
O trabalho que está sendo realizado nessa quinta-feira (27) é a continuação dos serviços que foram iniciados dia 22, onde os barraqueiros, que ali estavam estabelecidos há décadas, tiveram oportunidade de retirar seus pertences, que serão levados para a o `Novo Troca Troca`, local onde os comerciantes da Praça da Santa Casa passarão a negociar e, tocar suas vidas.
A desocupação e a revitalização da Praça da Santa Casa era um sonho de décadas de grande parte da população de Parnaíba. Manter aquele verdadeiro `pardieiro` em pleno centro de nossa cidade era algo simplesmente inconcebível, uma vergonha, uma mancha em nosso passado e um retrocesso para o futuro de nossa economia que, nos dias atuais, baseia-se praticamente no turismo.
Revitalização
A Prefeitura Municipal de Parnaíba aprovou no último dia (11) um projeto do arquiteto Regis Couto que contempla a restauração, um completo serviço de paisagismo e mobiliário urbano que deverá contar com a recomposição dos meios fios, mudança do piso, que deverá ser todo de pedra, construção de rampas de acessibilidade, implantação de canteiros e uma mudança total no sistema de iluminação da Praça. Os serviços de revitalização devem ter inicio imediatamente após o termino da desocupação e da remoção dos entulhos.

Festividades Natalinas
É intenção do Prefeito de Parnaíba, Florentino Veras, que, depois de revitalizada, a Praça da Santa Casa seja totalmente ornamentada com enfeites natalinos. Visando a ornamentação, não só na Praça da Santa Casa, mas de outros logradouros públicos, o artista plástico Hostyano Machado reuniu-se com o gestor para elaboração do projeto do Natal 2014. Hostyano Machado ganhou notoriedade com seus projetos que embelezaram Parnaíba nos últimos três natais passados.

Fonte: Walter F Fontenele / Portalphb
Foto: Walter F. Fontenele

BR 343: Incêndio toma parte do bairro Catanduvas em Parnaíba

  • unnamed_(8).jpgTv Cidade Verde
  • unnamed_(7).jpgTv Cidade Verde
  • unnamed_(6).jpgTv Cidade Verde
  • unnamed_(5).jpgTv Cidade Verde
  • unnamed_(4).jpgTv Cidade Verde
  • unnamed_(3).jpgTv Cidade Verde
Um incêndio ocorrido na tarde desta quarta-feira (26) em Parnaíba, atingiu parte do bairro Catanduvas. As chamas, nas margens da BR 343, no trecho entre as cidades de Parnaíba e Luís Correia, foram alastradas pelos fortes ventos e atingiram boa parte do acostamento da via, dificultando o tráfego de veículos no trecho. No local estão concentradas muitas casas de alto padrão. 
Os moradores reclamam que as queimadas no local são constantes, e que, muitas vezes, as chamas são provocadas por baganas de cigarro jogados por motoristas que trafegam pela estrada. Os ventos ajudaram a espalhar as chamas, que acabaram tomando mais de um hectare de terra próximo a um antigo barreiro na BR 343. 
Para apagar o incêndio, o Corpo de Bombeiros teve que reabastecer a viatura por duas vezes.  
Segundo o capitão Andersen Moreira, esse tipo de ocorrência em vegetação é peculiar devido a rápida propagação das chamas. "O vento trabalha em benefício do fogo. E a população da vizinhança fica prejudicada em virtude da grande quantidade de fumaça por conta da oferta de material combustível, no caso a vegetação". (Com informações de Darival Júnior (Tv Cidade Verde/Parnaíba)

Bloqueio de R$ 19 mil na Eletrobras- PI deve afetar pagamentos dos servidores

                                     José Salan - Eletrobrás
A situação financeira do estado deve se agravar com o bloqueio de R$ 19 milhões nas contas da Eletrobras. Isso porque a empresa repassa ao final de cada mês valores ao governo referentes ao ICMS. Em outubro, a Secretaria Estadual de Fazenda ameaçou cobrar na justiça uma dívida de R$ 11 milhões da empresa referente ao tributo e que estava em atraso. O bloqueio atende a uma determinação do desembargador do Tribunal de Justiça do Piauí (TJ/PI), Luiz Gonzaga Brandão de Carvalho, em favor da empresa Veleiro Agrícola, que já havia conseguido na justiça a condenação da Eletrobras ao pagamento de uma indenização por perdas e danos.
Em entrevista à imprensa, o assistente da presidência da Eletrobras Piauí, José Salan, disse que a decisão é preocupante já que nesse final de semana seriam feitos pagamentos dos servidores e também do ICMS ao estado. "Neste final de semana deveria ser efetuado o pagamento dos funcionários. Também deveríamos repassar o ICMS ao governo do Estado", disse.
Segundo ele, caso o bloqueio se concretize, poderá haver atraso de salários. "Temos que pagar em dezembro a metade do 13º salário dos servidores e terceirizados. Se esses valores forem retirados, os salários podem atrasar e afetar os serviços à população", declarou José Salan em entrevista à TV Cidade Verde.

A empresa, que possui cerca de 1.400 servidores, vai recorrer da decisão. Caso a situação não se resolva, o Sindicato dos Urbanitários já se movimenta para uma greve a partir do dia 5 de dezembro.
O CASO - A Veleiro Agrícola conseguiu na justiça a indenização contra a Eletrobras referente a um problema ocorrido ainda em 1998 por conta de problemas no fornecimento de energia. A empresa e a Eletrobras buscavam um acordo para o pagamento da dívida, no entanto, após o juiz de primeiro grau prorrogar em 30 dias o prazo para a Eletrobras analisar a proposta e, ao mesmo tempo, negar o bloqueio do recurso, a Veleiro entrou com um agravo de instrumento junto ao Tribunal de Justiça do Piauí.
Na decisão, o desembargador diz que os valores bloqueados devem ser repassados imediatamente em favor da empresa e que, caso não se alcance o limite da ordem de bloqueio e sendo necessário complementar o valor, que o mandado de bloqueio e liberação dos valores seja feito de forma contínua durante o período necessário até a satisfação total do crédito, liberando-se a quantia retida para a Veleiro ou advogado.

Ainda de acordo com a decisão, para dar celeridade ao cumprimento da medida, o desembargador fixou uma multa diária no valor de R$ 10 mil ao banco custodiador das aplicações financeiras da Eletrobras em caso de não cumprimento imediato da decisão.(Com informações do Diário do Povo)

Ministério Público e Detran solucionam demandas do órgão em Parnaíba

O Ministério Público do Estado do Piauí, através da 1° Promotoria de Justiça de Parnaíba, responsável pela defesa dos direitos difusos, coletivos e individuais homogêneos, juntamente com o Diretor da 1° CIRETRAN de Parnaíba, o Sr. João Batista Oliveira dos Santos conseguiram junto ao Detran - PI, as soluções tão almejadas pela população parnaíbana, senão vejamos:

- Dias 28 e 29 de novembro de 2014, o retorno da Banca Examinadora, com 26 (vinte e seis) Instrutores - Avaliação de Baliza em Parnaíba;
- Dia 19 de dezembro de 2014, Banca Examinadora, 26 (vinte e seis) Instrutores - Avaliação de Baliza em Parnaíba;
- Dia 20 de dezembro de 2014, Banca Examinadora, 26 (vinte e seis) Instrutores - Avaliação de Baliza em Piripiri;
- Já existe Intérprete de Libras Oficial do Detran do Estado do Piauí, para avaliação de CNH;
- Por fim, a garantia que todos processos de habilitação nova serão concluídos ainda em 2014.
 Dr. Filgueiras e João do Detran
Fonte:Antenor Filgueiras(Facebook)
Edição:Bernardo Silva

CENTRO DE ARTES E ESPORTES DO BAIRRO PIAUÍ: OBRAS PARADAS ATÉ QUANDO?

O prefeito de Parnaíba, Florentino Neto, precisa parar de pensar que todo mundo é burro e/ou besta e explicar direito as razões da paralisação das obras do Centro de Artes e Esportes Unificado (CEU), localizado no Conjunto Betânia II, no Bairro Piauí, iniciadas em junho de 2013 e paradas no final daquele ano.Há mais de ano elas estão paradas.
Na Câmara Municipal vereador Gustavo Lima tentou explicar o caso, dizendo que as obras pararam porque a empresa responsável pela construção havia alterado o projeto original, cuja alteração não foi aprovada pela Prefeitura.
O dono da empresa disse a este blog que a história não é bem assim. Estamos apurando o caso para detalhá-lo em breve.
O Centro de Esportes Unificado(CEU) seria construída com recursos do PAC 2, com o objetivo de promover a cidadania em territórios de vulnerabilidade social assim como promover,e valorizar o intercâmbio entre as diferentes expressões artísticas.De acordo com informações da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seinfra), a obra incluiria principalmente ações de mobilização social, como o aproveitamento de profissionais da área onde está sendo construída a praça, para a mão de obra da execução do projeto. 
Para a construção do centro, deveria ser ocupada uma área de 3.000m², composto por um Centro de Referência em Assistência Social (Cras), cine-teatro, telecentro, biblioteca, quadra poliesportiva coberta, espaço de ginástica, pista de skate e playground.A previsão de conclusão do CEU seria de dez meses, de acordo com cronograma apresentado pelo município.Só de paralisação já transcorreu mais de um ano.
Redação e edição: Bernardo Silva

STF gastará R$ 18 mil com aluguel de apoio de pratos

 Supremo Tribunal Federal realiza na 5ª feira (27.nov.2014) pregão para alugar móveis e itens de decoração para eventos que serão oferecidos pela Corte em 2015. Na lista, estão 1.000 “sousplat” –apoio para pratos de refeição, confeccionados em metal, espelho ou bambu– pelo valor máximo de R$ 18.330.

O cerimonial do Supremo também pretende gastar até R$ 23,5 mil com flores nobres e naturais e R$ 123.168 com o aluguel de cadeiras e bancos. Outros R$ 32.827 serão destinados ao aluguel de mesas, sofás, puffs e poltronas para os convidados.
O edital inclui o aluguel de 640 metros quadrados de tapete vermelho, por onde caminham as autoridades ao chegar e sair das cerimônias. O carpete, modalidade passadeira, deve ter no máximo 40 metros de comprimento por 2 metros de largura. Será usado até 4 vezes no ano, por dois dias em cada evento. O gasto estimado é de R$ 7.616.
Eis outros itens que o STF pretende comprar ou alugar em 2015: guardanapos em linho por R$ 6 mil, vasos decorativos com preço máximo de R$ 3.350 e tapetes estilo persa ao valor de R$ 1.700.
No total, o Supremo pretende gastar até R$ 224 mil com o aluguel dos móveis e itens de decoração. A estimativa é que 12 eventos sejam realizados durante o ano, como seminários e coquetéis, ao custo médio de R$ 18 mil cada um, sem o serviço de buffet. (Fernando Rodrigues - (Blog)

CARROS PARA A ZPE DE PARNAÍBA

Crise, onde?
O Estado não tem dinheiro, ou alega que não tem, para pagar os carros que aluga, mas a ZPE de Parnaíba licitou na sexta-feira a compra de veículos no valor de R$ 437.970,00, equivalentes a 3 pick-up e 1 veículo pequeno. 
Até aí tudo bem, mas quem ganhou a licitação foi uma concessionária de Sobral (CE).(Portalaz)

Zé Filho não aceitará mais crítica do PT calado

Por:Zózimo Tavares
Calado desde a proclamação do resultado das eleições deste ano, o governador Zé Filho vai romper o silêncio. Não será hoje nem amanhã, mas ele falará. E voltará à cena política subindo o tom, para rebater cada crítica do novo governo à sua gestão. Também criticará as decisões judiciais que criam empecilho para a sua administração.
O governador fará hoje reunião com o seu secretariado e demais auxiliares diretos. Ela seria realizada na terça-feira, mas foi suspensa em função da tragédia ocorrida em Parnaíba, na segunda, envolvendo amigos do governador. Ele foi até sua terra natal no dia seguinte para levar sua solidariedade às famílias enlutadas.
Na reunião de hoje, Zé Filho receberá de sua equipe relatórios setoriais com as realizações de cada pasta e mostrando também a sua situação administrativa e financeira. Daí vai consolidar um relatório-síntese e marcar sua entrevista para a imprensa local possivelmente para a próxima terça-feira.
Uma fonte próxima ao governador informou ontem que ele está profundamente magoado com o novo governo, pelo fato de seus líderes tentarem "a todo momento" desestabilizar a sua gestão, "ora criando dificuldades, concretamente, ora fazendo terrorismo, apregoando um descalabro que não existe". 
O governador, segundo essa fonte, abriu as portas e as contas do governo para o seu sucessor, determinando ao secretariado que repassasse para a equipe de transição todas as informações solicitadas. "No entanto, o que se vê é o novo governo fazendo uso indevido e eleitoreiro dos dados, distorcendo-os, como se a campanha eleitoral já não tivesse passado", frisou a fonte.
Zé Filho foi informado de que o governador eleito, senador Wellington Dias (PT), mandou uma carta para cada membro do Confaz solicitando que fosse derrubada a proposta de antecipação do ICMS apresentada pelo Governo do Piauí, com o objetivo de reforçar seu caixa para fazer frente às despesas de fim de ano. Apesar do apelo de Wellington, a proposta foi aprovada. 
Por estas e outras, o governador Zé Filho sairá do silêncio a que se recolheu e vai endurecer o discurso com o seu sucessor.
EDIÇÃO:BERNARDOSILVA

quarta-feira, 26 de novembro de 2014

OS CÃES DE ALFENAS E AS CRIANÇAS ABANDONADAS

Mauro Santayana
(Hoje em Dia)
A Câmara Municipal de Alfenas, em Minas Gerais, aprovou lei que prevê o desconto de impostos municipais, como o IPTU, para pessoas que se dispuserem a adotar cães. E por que não fazer o mesmo – de preferência – com quem adotar uma criança ou idoso em situação de abandono? Muitos dirão que a culpa da miséria, no Brasil, é dos pobres, que fazem filhos demais. Se esquecendo, ou fingindo ignorar,  que  a nossa curva demográfica, já é, há anos, descendente,  e que a população brasileira tende a diminuir e envelhecer aceleradamente.
Um quadro que tornará difícil, se nada for feito,  substituir nossa força de trabalho nos próximos anos, deixando o país sem recursos para fazer frente, no futuro, ao aumento das despesas da Previdência Social e do número de aposentados.
O que dá origem ao crescimento do número de bebês e crianças em situação de abandono, hoje, é a falta de informação, a gravidez precoce e as drogas e a violência, com grande número de pais jovens  presos ou assassinados.
PATRIMÔNIO HUMANO
Cada criança que se encontra em um abrigo ou orfanato e que ali cresce sem uma família, é parte do patrimônio humano brasileiro. Mas a maioria sai dessas instituições, ao completar 18 anos, sem preparo, orientação ou trabalho, e vai engordar a fila dos moradores de rua ou da marginalidade.
Orientadas, treinadas, educadas, elas poderiam dar inestimável contribuição à nossa sociedade, caso houvesse estímulo  não para a adoção de cachorros, mas de pequenos brasileiros.
O que precisamos não é incentivar a adoção de cães, mas taxar rigorosamente a sua propriedade, e monitorá-los por meio de “chips”, punindo com pesadas multas quem os abandone. Se considerarmos o número de crianças que não são adotadas por causa da sua idade ou da cor de sua pele, a lei de Alfenas soa como um escárnio. Ou um insulto.
Um escárnio a todos os seres humanos, e  especialmente às crianças que se encontram ameaçadas pela fome, sede e doenças – como o ebola – em vários países do mundo.
Um insulto ao bom-senso, à lógica, à inteligência, quando se lembra que – com menos do que se gasta apenas de ração com um cachorro – é possível, por meio de instituições confiáveis, como os Médicos Sem Fronteiras, assegurar água potável e comida, por 30 dias, para uma criança, como os milhares de órfãos refugiados de guerras estéreis e injustas como as da Síria e da Líbia.

II Colóquio sobre o Suicídio será realizado em Parnaíba

O II Colóquio sobre o Suicídio - Perspectivas atuais para a compreensão do Suicídio - será realizado em Parnaíba, nos dias 28 e 29 de novembro, no Auditório da UFPI, com carga horária de 16 horas. 
O tema “Suicídio” é de extrema importância devido a seu impacto social,seja em termos numéricos, seja em relação a familiares, amigos ou conhecidos das pessoas que fazem uma tentativa ou ameaçam se matar. A Organização Mundial de Saúde (OMS) mostra, em várias publicações, que o suicídio tem aumentado nas últimas décadas. Nas últimas quatro décadas, o suicídio cresceu significativamente em todos os países, envolvendo todas as faixas etárias e, também, vários contextos socioeconômicos. Pode-se dizer que o suicídio está entre as dez principais causas de morte. (Werlang,2013)
A programação do evento está cheia de assuntos importantíssimos que serão debatidos! Veja a programação, e se não fez sua inscrição, ainda da tempo! Inscrições o dia todo, em frente ao auditório da UFPI!
R$ 30,00 - para estudantes
R$ 50,00 - para profissionais
Realização: LICLIFE.

Novo Troca-troca será aberto ao público em primeiro de dezembro

Após os trabalhos de desocupação da Praça da Santa Casa, iniciados no último sábado (22), trabalhadores autônomos que foram beneficiados com a doação de boxes no Novo Troca Troca, começam a se organizar para iniciar o atendimento ao público na próxima segunda-feira, dia 1º de dezembro.
O espaço construído na Rua Conde D’eu, nas proximidades do Mercado da Quarenta, possui mais de 70 espaços divididos entre alimentação, prestação de serviços e venda de mercadorias. As ações em prol desta melhoria, começaram com o cadastramento dos vendedores ambulantes do centro, e a partir dos dados, foi desenvolvido um projeto que atendesse a demanda dos trabalhadores e consumidores. Os boxes têm uma estrutura de alvenaria, telhado, portas, segurança e banheiros. (Secom)

Deputado Paes Landim lamenta tragédia ocorrida em Parnaíba

Nos últimos dois meses Parnaíba, localizada no litoral do Piauí, tem experimentado reflexos de uma fase que, tratada à luz da sensatez, poderá nos indicar, quem sabe, explicação. Se ninguém inventa o sentido da vida, como afirmara tão sabiamente o filósofo judeu Viktor Emil Frankl, é porque todos nós estamos envolvidos nesse dom divino que é o viver; viver, por sua vez, é uma ação não racionalizável, implica essência e vivência – e como o amor, somos capazes apenas de senti-lo, sem entendê-lo.
Falemos disso porque desde a aurora da história humana temos buscado compreender o fim, a lógica, o sentido da vida, e até agora não conseguimos. Foi por essa razão que o filósofo citado em supra, referiu-se que discutir o sentido da vida sem atingi-lo é negá-lo; “e, uma vez que começamos a realizá-lo, já não é preciso discuti-lo, porque ele se impõe com uma evidência que até a mente mais cínica se envergonharia de negar”. Seria essa a fiel razão de Descartes concluir o cogito, ergo sum? Pensamos para existir ou sentimos para a vida ser significada?
Jamais poderemos explicar... A razão, todavia, nos trai e é o real motivo de tomarmos atitudes que nos ferem a alma, paradoxalmente a sensatez. Talvez por isso tenha Camus dito em seu emblemático O mito de Sísifo que o suicídio seria o único problema filosófico realmente sério a ser encarado, posto que julgar se a vida vale ou não vale a pena ser vivida é responder à pergunta fundamental da filosofia; e o argelino vai além, afirmando que só se põe fim à própria vida quando a razão de viver torna-se ao mesmo tempo uma excelente razão de morrer.
Somos, sim, seres complexos e às vezes nossas atitudes ferem o que talvez sejamos em essência. Por uma questão de segundos, por uma questão de fragilidade, por um posicionamento em conflito... No fundo temos a frustração de que jamais venceremos a incompletude. Somos incompletos porque carentes, defeituosos, frágeis e instáveis; e a nossa busca maior, que sequer nos aproxima à perfeição do Pai, é sem dúvida alguma uma busca falível.
O mundo tem sim um sentido que o ultrapassa, dizia ainda Camus, mas nos é impossível conhecê-lo, somos limitados para tanto.
Julgar o fim de um ciclo pertence à história e Parnaíba um dia compreenderá o motivo da recente tragédia instaurada em seu seio. Uma tragédia que levou três importantes espíritos que conduziam com dignidade as suas funções sociais nessa cidade. Foram-se eles, no mesmo dia, no mesmo ato, na mesma tragédia que jamais terá uma explicação. As tragédias são assim, não permitem rastros de entendimento, mas afetam toda uma conjuntura que a assiste. É um impacto, um impacto violento. Ela não admite credo, não atenta para as disparidades, ela leva consigo toda e qualquer diferença sem atentar que por trás das vidas que carrega há famílias, filhos e amigos.

Vereador André Neves retorna para ouvir moradores do João XXIII

O vereador André Neves esteve participando de atividades no bairro João XXIII, como continuação da audiência pública que houve na Câmara, semana passada, para discutir os problemas da região. Na ocasião vários serviços foram prestados à população. 
Também ele reforçou a importância da participação popular, e suas reivindicações ao Poder Legislativo. Mais uma vez ele se colocou  à disposição  dos presentes para buscar soluções para os moradores. 
Lembrou ainda da necessidade da colocação de placas identificativas dos nomes da ruas do bairro, bem como mais ações das forças de segurança na área.  

Promotor de justiça recomenda implantação da ciclovias em Parnaíba.

                                Promotor Antenor Filgueiras
CONSIDERANDO que o desenvolvimento da cultura de utilização da bicicleta como meio de transporte pode contribuir também para a redução do déficit de vagas de estacionamento para automóveis e incremento do comércio local e o próprio turismo, o promotor de justiça Dr. Antenor Filgueiras recomenda aos poderes executivos e legislativos a criação de ciclovias em toda a área urbana do município de Parnaíba, a fim de propiciar considerável melhoria nas condições de trafegabilidade, uma vez que o Município encontra-se em grande desenvolvimento, aumentando sua frota de veículos a cada ano.
            Buscaparnaiba (facebook)

Tragédia em Parnaíba: morte da esposa de empresário pode não ter sido acidental

                 Vítimas da tragédia: Mateus, Socorro e Morais Brito
Nesta terça-feira (25), uma testemunha ocular da história que deixou o Piauí inteiro de luto prestou depoimento à Policia Civil. O empresário Morais Brito acabou matando a tiros o seu concorrente Mateus Portela, e sua esposa, Socorro Brito e logo em seguida cometeu o suicídio.
Segundo essa testemunha, que é o gerente da empresa de Mateus, Clip Turismo, o empresário Morais Brito passava por dificuldades financeiras e estava em uma situação difícil de saúde da sua esposa, ele via a Clip Turismo comprando terrenos e mais terrenos e expandindo seus negócios.
Um outro empresário que tinha comércio de artesanato na mesma esquina, ajudava a empresa de Mateus a crescer vendendo passagens ao Delta para o estabelecimento. Por conta disso, Morais Brito marcou uma reunião com o pai do Mateus chamado Genílson, o Mateus, e o empresário que vendia passagens. Para essa reunião, o “Rei do Delta” se preparou com 22 munições, pelo que a polícia entende ele estava pronto para matar todos que contribuíram para sua falência.
O problema é que nem Genílson e nem o empresário do artesanato foram para a reunião marcada, então ela foi constituída por Morais Brito, Mateus e o gerente. De acordo com informações, não houve discussão alguma, e a morte de Mateus foi no momento em que ele entrou no estabelecimento, onde Morais Brito entrou atrás e efetuou os disparos pelas costas.
A esposa correu para tentar impedir a morte do gerente que ia ser o próximo e acabou sendo atingida. O gerente vendo toda a situação empreendeu fuga e o “Rei do Delta” ainda chegou a ir atrás mas vendo toda a situação a ficha caiu, e ele correu para o banheiro onde passou dez minutos e se matou.
Segundo o delegado geral da polícia civil, James Guerra, a reunião marcada foi uma espécie de emboscada. “O que narra o gerente da Clip Turismo é que sequer chegou a acontecer a reunião, logo após a entrada dos convidados para a reunião, o Morais Brito já teria desferido os disparos, ele tentou efetuar os disparos contra o gerente foi onde houve a intervenção da esposa dele que acabou recebendo os tiros. O gerente empreendeu fuga, ainda chegou a ser perseguido e posteriormente Morais Brito também vai a outra loja na busca do outro gerente que faltou a reunião. A reunião na verdade teria funcionado como uma espécie de emboscada onde estavam convidados o proprietário da Clip Turismo, o seu filho Mateus,  e o empresário de artesanato que estava em parceria com a Clip”, relatou ele.
De acordo com o delegado titular do 2° distrito policial, Arthur Barros Leal, a polícia irá investigar para saber se os tiros dados na esposa foi intencional ou não, já que Socorro Brito foi morta com dois tiros.
“Nesta terça-feira pela manhã nós ouvimos os policiais militares da Força Tática que foram as primeiras pessoas que chegaram no local encontrando Morais Brito dentro do banheiro. Agora a polícia vai investigar a morte da esposa dele. Ela recebeu um tiro no pescoço e outro no peito e isso gera uma dúvida muito grande porque se tivesse sido acidente um tiro seria suficiente, porque outro tiro?”, indagou.
Fonte:Meio Norte
Edição:Bernardo Silva

CHEGA DE ROUBALHEIRA!

     Ministro Felix Fischer: brado de indignação
MINISTROS DO STJ, COMO FÉLIX FISCHER, DESABAFAM CONTRA CORRUPÇÃO NO PAÍS
Durante julgamento de recurso que manteve a prisão de João Procópio de Almeida Prado (ligado ao megadoleiro Alberto Youssef), na Operação Lava Jato, ministros do Superior Tribunal de Justiça (STJ) elogiaram a atuação do titular da Vara Criminal Federal de Curitiba, juiz Sérgio Moro, e desabafaram contra o espantoso caso de corrupção do Petrolão, iniciado no governo Lula e desbaratado há oito meses.
O ministro Félix Fischer, por exemplo, que até há poucos meses presidiu o STJ, disse que a corrupção no Brasil está entre as maiores do planeta. E afirmou, taxativamente: “Acho que nenhum outro país viveu tamanha roubalheira”.
O ministro Newton Trisotto, relator do processo em exame na sessão de ontem, disse que a corrupção brasileira é “uma das maiores vergonhas da humanidade”. Ele ressaltou a extensão da Operação Lava-Jato, ao revelar cifras bilionárias. “Pelo valor das evoluções, algo gravíssimo aconteceu”, afirmou Trisotto.
O relator Newton Trisotto pediu ainda “coragem” para o juiz Sérgio Moro, citando o jurista Ruy Barbosa ao dizer que um juiz não pode ser covarde: “Não há salvação para o juiz covarde. O juiz precisa ter coragem para condenar ou absolver os políticos e os economicamente poderosos”.(Diário do Poder)

Oito perguntas que aterrorizam os políticos em Brasília

É também Ilimar Franco quem revela, na sua coluna do jornal O Globo: é  grande a expectativa no Congresso com os rumos do escândalo da Petrobras.
O governo Dilma vai apostar numa rigorosa investigação? Contra a própria carne e os corruptores? Os partidos vão usar o caso para um acerto de contas político ou também para cobrar a punição dos corruptores? O financiamento eleitoral compartilhado falará mais alto? Vai colar a defesa das empreiteiras de que foram extorquidas por operadores e diretores da estatal? O episódio levará esses empresários para a cadeia ou só os políticos? O chamado “petrolão” será um recomeço? O STJ e os tribunais estaduais serão rigorosos, como o STF foi?
Autoridades e aspirantes estão com a batuta.(Magno Martins)

Zé Filho recebeu o Estado com mais de R$300 milhões de dívidas a pagar

O governador Zé Filho (PMDB), assumiu o Executivo em abril com uma dívida de R$393.781.695 com fornecedores e empresas. Segundo a edição do Jornal Diário do Povo desta quarta (26), o dados consta no no Balanço Geral 2013 divulgado pela Secretaria de Fazenda. O valor é de gastos com considerados processados, ou seja, o credor já cumpriu com suas obrigações, efetuou a entrega de material, prestou serviço ou executou a etapa da obra dentro do exercício, estando em condições de pagamento.
Quando acrescentado os restos a pagar dos outros poderes, como Judiciário e Ministério Público a dívida sobe mais para 395.116.763. Deste valor segundo a Secretaria de Fazenda, foram pagos em janeiro apenas R$ 45 milhões. Os R$ 350 milhões restantes ainda não foram quitados.
O governador deixou dívidas, mas ao mesmo tempo deixou dinheiro em caixa. Segundo o balanço em 2013, o Poder Executivo deixou disponibilidade de caixa bruta R$ 1.230.267.620, no entanto após depósito de cauções no valor de R$ 530.321, a disponibilidade de caixa líquida ficou em R$ 835.955.604.
O principal problema financeiro enfrentado pelo Estado hoje, diz respeito as despesas realizadas com pessoal pessoal que atingiram o montante de R$ 4.195.062.238 apresentando um acréscimo de 14,41% em relação ao ano anterior. (Larice Sena)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...