Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

domingo, 1 de março de 2015

JULIANA MORAES SOUSA DEVERÁ SER CANDIDATA A PREFEITA DE PARNAÍBA

"Que Luiz Correia que nada, a deputada Juliana Moraes Souza deverá disputar a prefeitura de Parnaíba em 2016. É esse o nome que o PMDB vai tirar do bolso para a disputa no litoral".
Esta afirmação é do jornalista Pedro Alcântara, em sua coluna. A deputada Juliana, claro, não confirma. Porém, como o PMDB, que vive um excelente momento em todo o país, inclusive no Piauí, não poderia ficar sem indicar um candidato majoritário em Parnaíba nas eleições municipais de 2016. Como não há outro nome peemedebista neste instante, igualmente competitivo, a não ser o do próprio Zé Filho, ex-governador, deve ser mesmo a Juliana a candidata, para unir as oposições no município. Zé Filho tem outros projetos políticos para si, segundo informa.
Voltaremos ao assunto amanhã.(Bernardo Silva)

A humilhante aventura de madrugar num posto de saúde!!!

Por:Fernando Gomes(*)
São 3h da manhã e a Dona Raimunda, uma brasileira de 64 anos de idade residente no bairro Planalto, acorda para se dirigir ao Posto de Saúde da Comunidade São Sebastião, Módulo 11, na tentativa de marcar uma consulta médica. É preciso madrugar para conseguir uma ficha!
Prepara um rápido café e sai de casa apressada para chegar logo ao seu destino, enfrentando a areia das ruas do seu bairro até chegar à Unidade de Saúde leva quase quarenta minutos.
 Já é quase 4h da manhã, lá no Posto ela encontra outras amigas que fizeram a mesma jornada. Toda madrugada é assim, de segunda a sexta, a calçada abriga uma quantidade razoável de desvalidos da sorte. Lá eles fazem a própria regra, se organizam por ordem de chegada. Jogam conversa fora para passar o tempo e como todo brasileiro, ainda se divertem ao ir madrugar num posto desses. Uma humilhante aventura!
Isto não é enredo de filme é a realidade de milhares de famílias parnaibanas que não têm um atendimento médico como previsto na política de atenção básica do SUS.
Neste cenário surge também a figura do espertalhão. Aquele que chega mais cedo, marca o seu lugar e vende a “ficha”. Nada é institucionalizado, naturalmente. Se consultarem a Secretaria Municipal de Saúde certamente haverá repulsa aos fatos com a contundente negação de que isso não ocorre.
Mas, segundo informações de servidores da área da saúde que não querem se identificar temendo represálias, tais fatos se repetem com frequência em outros postos e é do conhecimento da administração municipal. Na prática ninguém vê isso, ninguém diz nada. Pois nenhuma providência tem sido adotada.
                         À espera de atendimento em Postos de Saúde
Este posto dá para fazer um filme. Em 2012, a Prefeitura de Parnaíba recebeu recursos do Ministério da Saúde, pelo PAC 2, no valor de R$ 123.343,15 (cento e vinte e três mil trezentos e quarenta e três reais e quinze centavos) para a reforma do dito Posto de Saúde da Comunidade São Sebastião. Uma obra prevista para ser executada em 90 dias e que levou quase dois anos para ser concluída.
Valor questionável para uma simples reforma do tipo ali realizada, uma vez que casa mais ampla e recém-construída na mesma avenida foi negociada a um preço médio de R$ 120 mil, valor da época. Vê-se que a reforma saiu pelo preço aproximado de uma casa nova. Estrutura que daria para acomodar uma unidade de saúde com mais conforto e comodidade para os servidores e usuários.
No entanto, a reforma do prédio foi feita a um alto custo e de forma demorada, sem se importar com os cidadãos que ficaram um bom tempo sem o atendimento. A melhoria necessária, além da física, deve ocorrer no atendimento. Urge o investimento em políticas de humanização da saúde pública.
 A solução está na boa aplicação dos recursos do Programa de Saúde da Família – PSF que se propõe a transformar o tradicional modelo sanitário brasileiro médico, medicamentoso, curativo e individual, que tem no hospital o lócus de solução para todo e qualquer problema de saúde, em um modelo de saúde coletivo, multiprofissional e centrado na família e na comunidade. Falta atenção básica ou primária.
 A Atenção Primária à Saúde (APS) constitui o primeiro nível de contato com o sistema. No Brasil, o Programa Saúde da Família (PSF) e o Programa de Agentes Comunitários de Saúde (PACS) são estratégias de implementação e organização da APS. Deveríamos ter um serviço de saúde mais qualificado e mais humanizado, isso porque Parnaíba possui a Gestão Plena do SUS que quer dizer que além da gestão das ações de APS ficam a cargo do município as políticas de atendimento à média e alta complexidade (Assistência Hospitalar e Ambulatorial). Se a primária não atende, esta outra desanda...
A Secretaria Municipal de Saúde não deveria permitir que as “Donas Raimundas” tivessem que passar pelo constrangimento de madrugar num Posto de Saúde correndo muitas vezes o risco de não conseguir uma consulta ou até mesmo de ela ser marcada e no dia o médico simplesmente faltar.
Como deveria funcionar? O manual SUS explica: para marcar consultas o paciente deve procurar o Posto de Saúde mais próximo de seu bairro no horário normal de atendimento. A consulta é agendada na hora e o paciente informado sobre o dia e horário que deve retornar ao posto para ser consultado. Todos os dias devem existir vagas reservadas exclusivamente para as emergências dos pacientes que não tenham agendado consulta. Além disso, a equipe de enfermagem deve estar pronta para avaliar os casos que precisam de atendimento hospitalar e encaminhá-los ao Pronto Socorro Municipal. Quando a consulta for com um especialista (cardiologista, ortopedista, etc), o paciente deve ser consultado, primeiramente, pelo clínico geral do posto de saúde para que o médico faça o encaminhamento. Depois disso, no próprio posto de saúde o paciente deve se dirigir ao balcão de atendimento com a guia de encaminhamento e agendar uma nova consulta, desta vez, com o especialista.
Será tão difícil implantar esse sistema respeitoso e necessário ao cidadão?!
(*)Fernando Gomes, sociólogo, eleitor, cidadão e contribuinte parnaibano.

Deputado Rodrigo Martins abre mão do "Bolsa Esposa!

                                Deputado Rodrigo Martins
Dos 10 deputados federais do Piauí, até aqui, somente Rodrigo Martins(PSB), abriu mão do “bolsa esposa”, aquela ajuda financeira que os deputados terão do contribuinte para pagar passagem aérea para o (esposa(o).
A informação é do jornalista Pedro Alcântara, em sua coluna. Ele comenta ainda que nas redes sociais a gozação é imensa sobre o “bolsa esposa”. Se a passagem for para a esposa é “trans-matriz”. Se for para a outra é “trans-filial”.
É GOLPE, FORA AÉCIO
Se o presidente da república fosse Aécio Neves e tivesse acabado como o programa “Minha casa melhor”, o Brasil estaria em chamas, de ponta cabeça, tudo parado com muita gente empunhando bandeiras vermelhas gritando “é golpe, é golpe, é golpe, fora Aécio”.(Com informações de Pedro Alcântara)

Nome de Avelino Neiva para 'Codevasf' não agrada e a sua indicação é vetada

                                 Avelino Neiva:vetado
O Partido dos Trabalhadores do Piauí vetou perante o palácio do Planalto o nome do economista piauiense Avelino Rocha Neiva para comandar o escritório da Codevasf no Piauí. O cargo é da cota do Partido Progressista e a indicação partiu do próprio presidente nacional da sigla, senado Ciro Nogueira. O senador fez duas indicações para a Companhia de Desenvolvimento do Vale dos rios São Francisco e Parnaíba (Codevasf). Ele indicou o ex-deputado federal Felipe Mendes para a presidência nacional do órgão e o economista Avelino Neiva para comandar o escritório local. A indicação de Avelino não agradou o O PT local que vetou o nome. Já Felipe Mendes foi aprovado e deverá assumir a presidência.
O VETO
F. Mendes:escolhido
O nome de Avelino Neiva foi vetado pelo critério político. Ele é filiado ao PMDB do Piauí, tem um filho deputado (Gustavo Neiva) pelo PSB. Os dois fazem oposição ao governador Wellington Dias e estavam na linha de frente da campanha de reeleição de Zé Filho.
CRITÉRIO TÉCNICO
Já o Professor e ex-deputado Felipe Mendes foi aprovado pelo critério técnico. Mesmo filiado ao PP ele não se envolveu na campanha. Mas o PT reconhece nele um técnico do mais alto gabarito, preenchendo todos os requisitos para comandar a CODEVASF.
Por:Pedro Alcântara
Edição:Bernardo Silva

INSTITUTO DE ÁGUAS E ESGOTOS DO PIAUÍ COM MUITOS "DAS"

                          Herbert Buenos Aires: o presidente do Instituto de Águas e Esgotos do Piauí
Presidente
Herbert Buenos Aires foi nomeado para cargo de assessor especial do governador Wellington Dias, que também assinou decreto para que o indicado presidente da Agespisa responda interinamente como diretor-geral do Instituto de Águas e Esgotos do Piauí, que tem o mesmo nome da insolvente estatal de saneamento do Estado.
O Instituto
Para quem não sabe, esse instituto foi criado no segundo governo de Wellington Dias, salvo melhor juízo, em 2007.
E dispõe – atenção senhores políticos aliados, traidores e oportunistas – de quatro diretorias, mais um diretor geral e 168 cargos comissionados a nível de DAS.
Uma fartura. (Portalaz)

sábado, 28 de fevereiro de 2015

ABIN investiga indicações de deputados Federais

O senador Ciro Nogueira (PP), que coordena a bancada federal do Estado do Piauí confirmou que as nomeações dos cargos federais serão feitas a partir da próxima semana e que os indicados aos cargos estão sendo investigados.
Ele explicou que a demora na indicação dos nomes é normal. “Essas indicações normalmente demoram mesmo, os nomes são pesquisados, pode ter algum problema de processo e as pessoas tem que explicar, mas estão andando”, falou.
A pesquisa que o senador se refere é da Agência Brasileira de Inteligência – Abin. Só depois que deste pente fino é que o gestores terão suas indicações  aprovadas e assinadas. Ciro Nogueira afirmou que a bancada fez um acordo para os cargos federais não tem conflito.  
“Basta só a solução das questões burocráticas” pontuou. Veja alguns nomes já encaminhados para os cargos federais do Piauí. 
Elmano Férrer (PTB): DNIT – Ribamar Bastos
Regina Sousa (PT): FUNASA  - Evaldo Ciriaco
Assis Carvalho (PT): Delegacia do Ministéio do Desenvolvimento Agrário -
Marcelo Mascarenha 
Rejane Dias (PT): INCRA - José Barros
Fábio Abreu (PTB) – Superintendência da Pesca - Antônio Abreu Filho e CPRM - Pedro Couto 
No Piaui são 15 autarquias federais e faltaram os nomes das indicações da Codevasf - Ciro Nogueira (PP), SPU e Delegacia da Agricultura - Paes Landim (PTB), INSS e Chesf - Assis Carvalho (PT), Conab - Marcelo Castro (PMDB), IBAMA - Rejane Dias (PT), DNOCS e Correios Iracema Portela (PP).

A MARÉ MUDOU

Taiguara Rodrigues dos Santos é sobrinho do Lula. A Veja desta semana relata como ele enriqueceu depois de assinar um contrato com a Odebrecht:
"Até 2009, ele ganhava a vida em Santos, no litoral de São Paulo, onde se estabelecera como pequeno empresário, dono de 50% de uma firma especializada em fechar varandas de apartamentos. Mas a maré mudou. Em 2012, uma de suas empresas de engenharia, a Exergia Brasil, foi contratada pela Odebrecht para trabalhar na obra de ampliação e modernização da hidrelétrica de Cambambe, em Angola. O acerto entre as partes foi formalizado no mesmo ano em que a Odebrecht conseguiu no BNDES um financiamento para realizar esse projeto na África".
Resultado: algum tempo depois, o sobrinho do Lula já "havia comprado uma cobertura dúplex de 255 metros quadrados em Santos, dirigia um Land Rover Discovery de 200 000 reais e tomou gosto por viagens pelas capitais do mundo, hospedando-se sempre em hotéis de alto luxo".
Lula, claro, é uma brincadeira grosseira.
Marcelo Madureira: Eu quero um Lula pra tio!
Marcelo Madureira:
"Meus tios são uns merdas. Estudaram a vida inteira, muito, trabalharam feito uns babacas, pagaram impostos feito uns otários e, pior, quando meu pai ficou doente, cuidaram de mim e dos meus irmãos. Hoje, babacas que foram, mal conseguem viver de suas aposentadorias. Tenho que ajudá-los na medida do impossível. Eu mereço. Meus tios me ensinaram a ser a ser um babaca também.
Eu queria ter um tio como o Lula. Ele me arrumaria obras com a Odebrecht e outras empreiteiras. Eu estaria comendo a Val Marchiori e fumando charutos cubanos que o Raul mandaria de presente. Se eu tivesse um tio como o Lula não estaria no sufoco de arrimo de família. Eu não quero ajudar meus tios!!! Eu quero mais que é que eles me ajudem! Mais, muito mais! Eu exijo que eles coloquem o "meu boi na sombra”.
Meus tios são uns merdas, talvez por serem brancos, da elite burguesa e, pior ainda, judeus. Tios, vocês são uns merdas!"
Blog: http://www.casseta.com.br/madureira/

PERGUNTA DO LEITOR: O que o governador W. Dias Tem contra Parnaíba?


Governo W. Dias paralisa todas as obras de Parnaíba que vinham sendo tocadas pelo ex-governador Zé Filho. Só para citar algumas das mais importantes: A duplicação da PI – 116 que liga Parnaíba a Pedra do Sal e Ilha Grande, única estrada de acesso ao Delta do Parnaíba. A duplicação da Avenida São Sebastião até o Portinho, obra de grande relevância para Parnaíba uma vez que a cidade cresce naquela direção. A quadra coberta com vestiário no Campus da UESPI. Todas estas obras vinham sendo tocadas até o último dia de governo de Zé Filho e tão logo o governador eleito assumiu tomou medidas para paralisação.
Se o atual governador tem alguma coisa contra o ex, que o faça no campo político, mas não atinja o nosso município já tão castigado pelas duas gestões do governo dele.(Blog do Pessoa)

NA PORTA ERRADA

Muito comentado nas rodas políticas a pedido de ajuda do governador Wellington dias ao Presidente Lula, pedindo liberação de recursos para o Piauí.
Ficou ruim para a Presidente. Wellington Dias passou para a opinião pública de que no Brasil Presidente da República tem Chefe: Claro, ele LULA  LA! LA!
Não chamem para a mesma mesa o governador Wellington Dias e o deputado Ribert Rios. Vai sair faísca e sem saudades de quando Robert era seu secretário de segurança.(Tomaz Teixeira)

Deputados do Piauí passam a custar mais de R$ 9 milhões por mês

O pacote de bondades anunciado pelo presidente da Câmara dos Deputados Federais, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), vai elevar os gastos com os parlamentares do Piauí para R$ 9.645.846,70, mensalmente. A partir de abril, cada um dos 10 deputados da bancada passará a ter cerca de R$ 174 mil a mais à sua disposição. Isso porque foi aprovado, na última quarta-feira (25), o reajuste de 18% na verba de gabinete, de 8% na cota parlamentar e de 11,92% no auxílio-moradia. O pacote de bondades beneficia a todos os 513 deputados federais.
Somente a verba de gabinete da bancada piauiense na Câmara Federal custará R$ 920 mil por mês. Cada deputado passará a ter R$ 92 mil disponíveis para pagar funcionários não concursados. Antes, o valor que cada parlamentar poderia gastar com até 25 funcionários era R$ 78 mil, ou seja, um aumento de R$ 14 mil. Os salários nos gabinetes variam de R$ 845,00  a R$ 12.940,00.
Com o reajuste da cota parlamentar, cada deputado federal do Piauí poderá gastar até R$ 40.331,71 por mês com passagens aéreas, telefones, correios, consultorias e alugueis de escritórios políticos, veículos e segurança, entre outros. Antes, o valor disponível era de R$ 37.344,18. O aumento foi de quase R$ 3 mil por mês para cada deputado.
Já o auxílio-moradia, que antes era de R$ 3.800 a serem gastos com despesas comprovadas de hospedagem em Brasília, subiu para R$ 4.252,96. Os 10 deputados federais do Piauí, portanto, poderão gastar, juntos, mais de R$ 40 mil com aluguel ou diárias em hotéis na capital do Brasil.
Deputado recusa passagens para a esposaUm dos pontos que mais chamou atenção no anúncio do pacote de bondades foi a autorização para que as esposas ou os maridos de parlamentares pudessem usar a verba de custeio do mandato para pagar passagens aéreas do seu Estado de origem para Brasília. Ontem, o deputado federal do Piauí, Rodrigo Martins (PSB) declarou que vai recusar o benefício por jugar desnecessário esse gasto com o dinheiro público.
Pacote de bondades no Piauí
Verba de gabinete (mensal)
Quanto era? R$ 78 mil
Quanto ficará? R$ 92 mil
Quanto aumentou? R$ 14 mil
Gastos com 10 deputados federais: R$ 920 mil
Cota parlamentar (mensal)
Quanto era? R$ 37.344,18
Quanto ficará? R$ 40.331,71
Quanto aumentou? R$ 2.987,53
Gastos com os 10 deputados federais: R$ 403.317,10
Auxílio-moradia (mensal)
Quanto era? R$ 3.800
Quanto ficará? R$ 4.252,96
Quanto aumentou? R$ 452,96
Gastos com os 10 deputados federais: R$ 42.529,60 

Quase dois milhões estão irregulares

Pelo menos 1,8 milhão de eleitores brasileiros não votaram e não justificaram a ausência nas três últimas eleições e poderão o seu título de eleitor cancelado. Para regularizar a situação, esses cidadãos devem comparecer ao cartório eleitoral no período de 2 de março a 4 de maio portando documento oficial com foto, título eleitoral e comprovantes de votação, de justificativa eleitoral e de recolhimento ou dispensa de recolhimento de multa.
A relação das inscrições passíveis de cancelamento já está disponível nos cartórios eleitorais para consulta pelos interessados, podendo sofrer pequenas alterações por conta de revisão dos Tribunais Regionais Eleitorais (TREs).
O não comparecimento ao cartório eleitoral para comprovação do exercício do voto, da justificativa de ausência ou do pagamento das multas correspondentes implicará o cancelamento automático do título de eleitor, que será efetivado de 19 a 21 de maio.

CONSENSO: FIM DAS REELEIÇÕES E DAS COLIGAÇÕES É FATO

O deputado Marcelo Castro disse ontem, em entrevista às emissoras de TV da capital, que entre os membros da Comissão Especial da Reforma Política, duas propostas são consensuais: o fim da reeleição e o fim das coligações proporcionais.
Com isso, cai por terra o sonho de muitos politiqueiros, desses que vivem criando partidos, para se coligarem proporcionalmente e depois fazerem barganha com gestores eleitos.  Todos querem contracheques para si e "convidados". E o que dizer dos candidatos a vereador, que davam sempre preferência a pequenos partidos, por ser mais fácil se eleger?
Se a reforma, de fato, vingar, promete surpresas.

As passagens da Câmara e o Piauí

Por:Zózimo Tavares
O Brasil, que nos últimos dias volta a se mostrar cioso na defesa da ética na política, fez cara de escândalo com a decisão da Câmara dos Deputados autorizando aumento em todas as despesas com parlamentares, incluindo verba de gabinete - usada para pagar funcionários -, auxílio-moradia e cota parlamentar, que inclui gastos com passagens aéreas e conta telefônica. 
Mas o que deixou o país mais escandalizado, além do reajuste dos benefícios, foi a decisão da Câmara de contemplar as esposas de deputados com o direito de utilizar a cota de passagens aéreas dos parlamentares, desde que seja exclusivamente entre Brasília e o estado de origem. Mais especificamente, o benefício é para o cônjuge. Ou seja, vale também para o esposo da deputada.
No Piauí, há uma situação excepcional. Duas mulheres vão salvar a pátria e serão motivo de muito orgulho para todos nós! Vejamos: a deputada federal Rejane Dias (PT) é esposa do governador Wellington Dias. A Câmara dos Deputados não precisará desembolsar nada para pagar as viagens do marido da deputada petista de Teresina para Brasília. E vice-versa.
Do mesmo modo, a deputada federal Iracema Portella (PP) é esposa do senador Ciro Nogueira, presidente nacional do seu partido. Trata-se de outro marido de parlamentar com o qual a Câmara Federal não terá qualquer despesa com passagem aérea para seus deslocamentos entre seu estado de origem e Brasília. 
Como se vê, o Piauí vai contribuir significativamente com a Câmara, que durante os próximos quatro anos deixará de pagar passagens quase semanais para os maridos de duas deputadas. Não é nada, não é nada, por conta dessas duas situações, os gastos com os deslocamentos dos cônjuges dos deputados federais do Piauí para Brasília cairão aproximadamente 10%.
Está aí, pois, uma situação a justificar plenamente o voto no governador para um cargo eletivo e na mulher dele para outro, no senador Ciro Nogueira para um cargo e na mulher dele também para outro. Que o benefício da passagem aérea seja estendido aos filhos dos parlamentares. O Piauí já os tem em quantidade suficiente para não precisar das passagens de Brasília!
PS.: O Piauí dá lucro também à Câmara, nesta questão das passagens aéreas, com o deputado Paes Landim (PTB), um setentão que ainda desfruta de sua prolongada solteirice. 

SIMPLES ASSIM

Solteiro convicto, o deputado federal Paes Landim (PTB-PI) é abordado por uma jornalista sobre a cota de passagens para as esposas, instituída pelo presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ).
A jornalista: “O senhor também não vai usar a cota para comprar passagens para a mulher?”
Landim: “Não, vou não”.
A jornalista: “É em represália ao Eduardo Cunha?”
Landim: “Não. É porque eu não tenho esposa”.(Portalaz)

Governo do Estado vai pagar professores acima do piso nacional de salários

Em reunião nesta sexta-feira (27) com o secretário de Governo do Estado, Merlong Solano, e com o deputado Fábio Novo (PT), líder do Governo na Assembléia Legislativa, o governador Wellington Dias pediu prioridade na aprovação da lei que reajusta o piso salarial dos professores do Piauí.
Com a aprovação do projeto, já encaminhado ao Legislativo, professores nível I da classe A, com jornada de trabalho de 40 horas, passam a ganhar R$ 2.221,75, acima, portanto, do piso nacional, que é de R$ 1.917,78.
O deputado Fábio Novo já se reuniu para tratar do assunto com o presidente da Assembléia Legislativa, Themístocles Filho (PMDB), que já se mostrou favorável à aprovação da matéria em caráter prioritário. Fábio e Themístocles defendem que a proposta seja votada na próxima terça (3).

Nova CPI é só palco para governo e oposição

Do blog do Kennedy

Nesta quinta-feira, foi instalada uma nova CPI da Petrobras na Câmara dos Deputados. Já é a terceira comissão criada pelo Congresso para investigar a corrupção na estatal. Devemos esperar mais fumaça do que fogo.
Essa CPI deverá servir mais como um palco político para o embate entre o governo e a oposição. As investigações da Justiça Federal, do Ministério Público e da Polícia Federal estão mais avançadas.
A comissão ficará a reboque da lista do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, que pretende anunciar até a semana que vem o nome dos deputados e senadores acusados na Lava Jato. Os parlamentares poderão responder a inquéritos ou processos no Supremo Tribunal Federal.
Outro tema do “SBT Brasil” foi o encontro entre Janot e o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, na quarta à noite. A reunião não foi divulgada e, quando foi descoberta, houve uma primeira versão de que eles teriam discutido um projeto de interesse do Ministério Público Federal. Ambos negaram ter falado da lista de deputados e senadores envolvidos na Lava Jato.
Depois, surgiu a versão de que o governo descobrira uma ameaça à segurança de Janot, o que surpreendeu o meio político. Por cautela, a segurança do procurador-geral da República foi reforçada

Impeachment dia 15: tucanos na moita


Depois de uma semana em que a palavra impeachment começou a ser pronunciada ali e acolá, o PSDB reuniu os generais políticos e decidiu não insuflar o tema. E isso não quer dizer que os tucanos tenham se apaixonado por Dilma. Eles apenas concluíram que o PMDB passaria a comandar o país e, o PSDB ficaria no papel de coadjuvante e sem condições de negar o apoio, como ocorreu no governo Itamar Franco. Desta vez, entretanto, não dá mais para criar um segundo Plano Real para tirar o Brasil da barafunda econômica.

Com a perspectiva de retomada da delação premiada de executivos da Camargo Corrêa, voltará à cena a Castelo de Areia, operação da Polícia Federal que investigou o pagamento de propinas pela construção do rodoanel de São Paulo e terminou anulada por uma liminar da Justiça. Tem muita gente que respirou aliviada naquele ano de 2009 voltando a roer unhas.(Denise Rothenburg – Correio Braziliense)

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

Contribuintes que não pagarem impostos terão nome no Serasa

                           Secretário Rafael Fonteles
Empresas ou pessoas físicas que estiverem com pendências tributárias e inscritas na dívida ativa do estado vão ser incluídas no Serasa, a partir de março. Uma reunião entre equipes da Secretaria da Fazenda e da Procuradoria Geral do Estado (PGE), realizada nesta sexta-feira (27/02), definiu como os devedores serão inclusos no cadastro restritivo do órgão. A medida já é adotada por outros estados do Brasil, como Maranhão, Pernambuco e Goiás.
A restrição vale para qualquer débito, como por exemplo, pendências com IPVA, ICMS, dentre outros tributos. Atualmente, a dívida ativa do Piauí é de R$ 4,2 bilhões. A inclusão na dívida ocorre quando o contribuinte se recusa a pagar o débito e todos os recursos no processo são esgotados na Sefaz. Após isso, a lista é enviada à PGE, que se encarrega de fazer a inscrição do débito e a cobrança. "É uma medida para recuperar débitos fiscais e que vai permitir desafogar processos na esfera judicial", disse Eduardo Belfort, procurador chefe da Procuradoria Tributária da PGE. Segundo o superintendente da receita estadual da Sefaz, Antonio Luiz, a lista dos contribuintes só será enviada para a Dívida Ativa do Estado, após o processo administrativo percorrer todas as instâncias possíveis na Sefaz.
“Após 30 dias do não pagamento da dívida e com o processo transitado em julgado, a lista será enviada para a Procuradoria Geral do Estado, que inclui na dívida ativa do estado e manda para o Serasa”, explica.(Ascom)

DER - PI atende solicitação da prefeitura de Luís Correia e constrói quebra molas na PI 116

Através do oficio de Nº 009/2015 expedido pelo gabinete da Prefeita de Luís Correia Adriane Prado, estão sendo construídos quebra-molas na PI 116 povoado Carapebas.
A solicitação da prefeita datada do dia 26 de janeiro deste ano, veio após uma ocorrência que vitimou uma menina de 06 anos por atropelamento, no local, os moradores reclamaram a falta de um redutor de velocidade de veículos. Atendendo ao pedido da prefeitura o DER (Departamento de Estradas de Rodagens do Estado do Piauí) já enviou homens e equipamentos que iniciaram a obra.
Antes do término do mês de fevereiro a obra já foi concluída e, entregue à população, melhorando a trafegabilidade dos veículos no local e assegurando uma maior comodidade para os moradores. (Ascom PMLC)

ONDE COMPRAR O PEIXE MAIS BARATO NO PERÍODO DA QUARESMA?

A Associação dos Pescadores e Pescadoras de Manjuba do Igaraçu-APMI por meio do projeto Venda de Peixe Vivo na Feira Livre de Parnaíba comunica a todos os clientes e a população em geral que continua com a Venda do peixe mais barato do estado do Piauí.
Devido ao grande sucesso desse projeto ao longo das 100 edições da feira e como formar de comemorar essa iniciativa estaremos com as seguintes ofertas:
Manjuba ao preço de R$ 5,00/Kg. Já a Tilápia do Nilo, continua ao preço de R$ 9,50/ kg. O projeto é instalado na rotatória da Av. Dr. João Silva com a Av. do Contorno (via de acesso ao aeroporto de Parnaíba) aos sábados a partir das 7h:30 ás 14h:00. 
Além do excelente preço, o pescado comercializado apresenta um diferencial pelas condições mencionadas abaixo:
* Peixe cultivado por piscicultores familiares através do associativismo;
* Venda do peixe vivo (Tilápia) e Manjuba (inteira ou eviscerada)
* Na compra de 3kg de pescado leve grátis (cebolinha, coentro ou limão)
* Abate humanitário (choque térmico) realizado no momento da compra; e
* Boas condições de higiene sanitária.