Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quarta-feira, 24 de agosto de 2016

CINCO AEROPORTOS DO PIAUÍ DEIXARÃO DE RECEBER VERBAS FEDERAIS

MEDIDA DE TEMER REDUZ DE 270 PARA 53 NÚMERO DE AEROPORTOS REGIONAIS EM PROGRAMA
Aeroporto de São Raimundo Nonato não deve mais receber recursos
por Francicleiton Cardoso e Marcos Melo
Mais de 70% em investimentos em aeroportos regionais devem ser cortados no Piauí. O presidente interino Michel Temer anunciou na manhã de hoje (24) o corte no programa de aviação regional lançado pela presidente afastada, Dilma Rousseff, reduzindo de 270 para 53, o número de aeroportos que recebem verbas do Governo Federal.
No Piauí, da lista de sete cidades com aeroportos regionais, apenas dois deverão continuar recebendo montantes federais. Antes, o governo financiava os aeroportos de Parnaíba, Picos, São Raimundo, Floriano, Bom Jesus, Paulistana e Corrente. Com o anúncio de Temer, apenas os aeroportos de Picos e Bom Jesus continuarão no programa.
Após estudos, a Secretaria de Aviação Civil identificou que 94 terminais anunciados no Programa não possuem viabilidade para entrar na malha regional brasileira, em virtude da proximidade de alguns aeroportos preferenciais, baixa demanda de passageiros e falta de interesse de operação das companhias aéreas.
Secretário prefere não comentar sobre o corte feito por Temer. (Foto: Jailson Soares / PolíticaDinâmica.com)Secretário prefere não comentar sobre o corte feito por Temer. 
SECRETARIA DE TRANSPORTE
O secretário de Transporte do Piauí, Guilhermano Pires, indicado pelo senador Ciro Nogueira (PP), tem uma situação difícil: criticar os cortes e ficar do lado do governador Wellington Dias (PT) ou ficar com Ciro, que apoia o governo Temer. Ele resolveu informar por meio de sua assessoria que “não se posicionará sobre os cortes, já que são medidas federais”.