Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

domingo, 28 de agosto de 2016

Somente duas em dez cidades do Piauí aplicam bem os recursos públicos:PARNAÍBA não está na lista

Por:Cláudio Barros
Somente 42 dos 224 municípios do Piauí (18,75% ou dois em dez) são eficientes na aplicação dos recursos, segundo o Ranking de Eficiência dos Municípios criado pelo jornal Folha de São Paulo.
O índice da Folha leva em consideração a aplicação de recursos públicos para as áreas de saúde, educação e saneamento.
Surpreendentemente, o município de Nossa Senhora dos Remédios (8.491 habitantes, 171 km de Teresina) é a cidade que, segundo os critérios adotados pelo ranking, melhor aplica recursos no Piauí. Nossa Senhora dos Remédios costuma frequentar listas negativas, como um dos menores IDHs do país – 0.533 em 2010, segundo o IBGE.
A segunda maior cidade do Piauí, Parnaíba, não está na lista (150 mil moradores, IDH de 0,687) está na lista dos municípios com pouca eficiência na aplicação de recursos públicos, ocupando um distante 2.792º lugar.
A lista de municípios piauienses sem qualquer eficiência na aplicação de recursos públicos tem 31 cidades, entre as quais aquela que é a maior produtora de grãos do Estado, Baixa Grande do Ribeiro, que está em 4.648º lugar e Cocal dos Alves (4.652º lugar), a cidade dos campeões de matemática.
Na lista de municípios com pouca eficiência na gestão dos recursos públicos, aparecem Vila Nova do Piauí (3.361º lugar), cujo prefeito, Arinaldo Leal, é o presidente da Associação Piauiense de Municípios.
O ranking somente não é completo porque foram deixadas de fora nove cidades piauienses: Bom Princípio do Piauí, Fartura do Piauí, Lagoa Alegre do Piauí, Pau D’Arco do Piauí, Prata do Piauí, São José do Piauí, São Miguel da Baixa Grande, Socorro do Piauí e Uruçuí.
LEIA O RANKING COMPLETO NO LINK ABAIXO:
http://jogandonacara.blogspot.com.br/2016/08/somente-duas-em-dez-cidades-do-piaui.html