Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

sexta-feira, 16 de setembro de 2016

"É LAMENTÁVEL", DIZ ROBERT SOBRE SITUAÇÃO DE LULA

PARA DEPUTADO LÍDER DA OPOSIÇÃO NA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA, EX-PRESIDENTES DEVERIAM VIRAR UMA “INSTITUIÇÃO”
Por Ananda Oliveira e Marcos Melo
Nessa quarta-feira (14), o Ministério Público Federal denunciou o ex-presidente, Lula, a esposa Marisa Letícia e mais seis pessoas por supostos crimes de lavagem de dinheiro, corrupção passiva e ativa. A denúncia tem mais de 100 páginas com todos os dados colhidos pelo MPF.
Segundo esse documento, “no período entre 11/10/2006 até a presente data, Lula, Marisa Letícia, Paulo Okamotto, Léo Pinheiro, Agenor Medeiros, Paulo Gordilho, Fábio Yonamine e Roberto Moreira participaram, cada um na medida de sua culpabilidade, de uma trama criminosa que envolveu, dentre outros crimes, atos de corrupção e lavagem de dinheiro.”
Em conversa com a reportagem do Política Dinâmica, o líder da oposição na Assembleia, deputado Robert Rios (PDT), disse que não está feliz com o ocorrido. “Lamento profundamente, não gostaria que o presidente estivesse passando por essa situação. É uma tristeza que tem repercussão internacional. É lamentável”, afirmou.
Para ele, a forma como o ex-presidente se comporta não é a correta, pois a presidência deveria ser uma espécie de fechamento da vida política e que, após isso, políticos deveriam encerrar atividades de representação do povo. Citou os Estados Unidos como exemplo para defender essa opinião, país onde, segundo ele, ex-presidentes se dedicam a outras atividades não políticas após o término do mandato.
“Um cidadão brasileiro quando terminasse o mandato deveria virar uma instituição, como nos Estados Unidos, que quando termina um mandato de presidente dá nome à prédios públicos e percorre o país dando palestras”, enfatizou.
Quando questionado se acredita na veracidade das denúncias, disse que apesar de lamentar o ocorrido, não tem dúvidas a respeito dos dados apontados pelo MPF. “O fato é de domínio público, todo mundo sabe”, finalizou.