Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

sexta-feira, 16 de setembro de 2016

EM MOMENTO ALGUM DALLAGNOL AFIRMOU NÃO TER PROVAS CONTRA LULA

FRASE "NÃO TEMOS PROVAS, TEMOS CONVICÇÃO" NÃO FOI PRONUNCIADA
MILITÂNCIA ESPALHOU QUE PROCURADOR DISSE "NÃO TEMOS PROVAS, TEMOS CONVICÇÃO"
Em nenhum momento da apresentação das denúncias contra o ex-presidente Lula e demais envolvidos, o procurador da República Deltan Dallagnol proferiu a frase "não temos provas, temos convicção" espalhada na internet pelos defensores do petista. A confusão foi criada propositalmente para reforçar o discurso político de Lula cobrando a apresentação das provas.
Durante a apresentação, Dallganol explicou, em bom português, que "provas são pedaços da realidade, que geram convicção sobre um determinado fato ou hipótese". Além disso, o procurador salientou que todas as "provas analisadas" funcionam como peças de um quebra-cabeça, permitindo "formar seguramente a figura de Lula no comando do esquema criminoso identificado na Lava Jato".
Outro alvo foi o procurador Henrique Pozzobon, que, ao mencionar não ter "provas cabais", deixou claro ser caracaterística dos crimes de ocultação de patrimônio e lavagem de dinheiro para tentar manter a aparente licitude.
"Não teremos aqui provas cabais de que Lula é o efetivo proprietário no papel do apartamento, pois justamente o fato de ele não figurar como proprietário do tríplex, da cobertura em Guarujá é uma forma de ocultação, dissimulação da verdadeira propriedade", disse Pozzobon.(Diário do Poder)