Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quinta-feira, 29 de setembro de 2016

PLENO DO TRE CRITICA FALTA DE SEGURANÇA NAS ELEIÇÕES

por Francicleiton Cardoso e Marcos Melo
O Pleno do Tribunal Regional Eleitoral do Piauí fez críticas à Segurança do Estado durante a sessão de hoje (29). O desembargador Edvaldo Moura criticou a reunião que aconteceu entre a Corte e o secretário de Segurança, Fábio Abreu, na semana passada. Para o magistrado, não há segurança para as eleições deste ano.
Desembargador afirmou que eleições serão sem segurança. (Foto: Jailson Soares | PolíticaDinâmica.com)Desembargador afirmou que eleições serão sem segurança.“Segurança não existe, aquela conversa que tivemos aqui é fiada. Não temos segurança, nem de eleição, nem de carreata, nem de comício. Não temos segurança para as eleições de 2016. Cadê o efetivo?”, questionou o desembargador.Ao se manifestar sobre um processo da Zona Eleitoral de Luzilândia, o juiz membro da corte, Agrimar Rodrigues, também criticou a situação e concluiu que “o Estado assinou a incompetência para prestar segurança”.
Juízes criticaram a falta de planejamento e efetivo disponível. (Foto: Jailson Soares | PolíticaDinâmica.com)Juízes criticaram a falta de planejamento e efetivo disponívelAlém da Segurança disponibilizada pelo Estado, a Justiça Eleitoral aguarda a liberação de tropas federais para o Piauí. O anúncio da decisão deve sair hoje, após votação no Tribunal Superior Eleitoral.Em reunião na manhã de hoje com a sua equipe, o governador Wellington Dias (PT) destacou que o Estado tem garantido serviços para possibilitar tranquilidade nas eleições de domingo (02). Ele também destacou que conta com as tropas federais para ajudar na segurança.
Governador diz que Estado terá apoio de tropas federais. (Foto: Divulgação)Governador diz que Estado terá apoio de tropas federais. (Foto: Divulgação)
“Iremos contar com o apoio das forças federais e das polícias civil e militar de plantão para garantir a segurança nos locais de votação. A Saúde também estará de plantão, com toda a rede credenciada do SUS e os serviços de urgência e emergência”, informou o governador.(Política Dinâmica)