Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

segunda-feira, 19 de setembro de 2016

Prefeitos e vereadores aumentam salários em 100%

Prefeito de Barras, Edilson Sérvulo de Sousa (PSD) foi um dos gestores beneficiados com o aumento
Prefeitos e vereadores em final de mandato estão aumentando seus próprios salários em dezenas de municípios do Piauí. Em pelo menos quatro cidades, o reajuste já foi concedido para valer a partir do próximo ano. Municípios de pequeno porte, pobres e carentes de infra-estrutura, estabeleceram o salário de prefeito em R$ 16 mil, o do vice-prefeito em R$ 8.500,00 e o subsidio de vereador em média de R$ 5 mil.
Em Colônia do Piauí, uma cidadezinha que fica a 297 quilômetros ao sul de Teresina, os vereadores se reuniram e aprovaram salário de R$ 15 mil para o próximo prefeito e de R$ 7.500,00 para o vice-prefeito. Os vereadores reajustaram também os salários deles mesmo para R$ 4 mil, e os secretários municipais receberão mensalmente R$ 2.800,00. Colônia do Piauí tem população 7.400 habitantes e um PIB (Produto Interno Bruto) de R$ 30.291,00. 
A mudança nos subsídios foi publicada no Diário Oficial dos Municípios do dia 9 de setembro. O decreto legislativo de nº 009/2016, que estabelece o subsídio, pode ser posteriormente alterado por meio de um outro decreto legislativo específico, que diz que todo ano fica assegurada a realização de uma revisão anual nos valores. Em São Pedro do Piauí, os vereadores aprovaram um projeto de lei fixando o subsídio do prefeito em R$ 16 mil para o período de 2017/2020.

Com isso, aumentaram também o salário dos vereadores.  Localizada a 104 quilômetros ao sul de Teresina, São Pedro tem população de 14 mil habitantes. Em Barras, a 126 quilômetros ao norte de Teresina, também houve reajuste de subsídios para prefeito, vice e para os vereadores. De acordo com a nova lei promulgada, o salário do prefeito de Barras será de R$ 16.500,00 e o do vice-prefeito foi fixado em R$ 12.375,00. Os secretários municipais receberão R$ 5 mil mensais a partir do próximo ano. (Diário do Povo)