Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

sexta-feira, 23 de setembro de 2016

“TENHO ORGULHO DE SER PARNAIBANO":MAS NÃO VOTO 13

Por: Bernardo Silva

Apesar de haver nascido maranhense, desde 2005 sou Cidadão Parnaibano por força de lei municipal, sancionada pelo então prefeito José Hamilton. Cidadania que me foi concedida pelo poder legislativo municipal, proposta pelo então vereador Batista Véras.
Cá cheguei em 1970 para estudar. Fiz o “exame de admissão”, no Colégio Estadual Lima Rebelo, para iniciar o ginásio. Ainda adolescente, em 1975 começava trabalhar no jornal “Folha do Litoral” e na Rádio Educadora – muitos profissionais da época ainda vivem para confirmar isso. E de lá para cá nada mais fiz nesta cidade do que estudar e trabalhar. E vice-versa. E também tomar muita cerveja por aí, inclusive com José Hamilton.
Agora nesta eleição optei por votar em Mão Santa. Que é Cidadão Parnaibano, nato. E nem Zé Hamilton e nem Florentino são melhores ou mais honestos que ele. Mão Santa no governo teve complicações na Justiça? Sim, é público. Mas Zé Hamilton também teve lá atrás, no seu primeiro governo (1993/96). E quem garante que Florentino Neto também não o terá no futuro?!
Agora essa baboseira de andarem dizendo que só quem está no palanque do prefeito Florentino ou acompanha o grupo do Zé Hamilton tem amor por Parnaíba, isto é ridículo. Tanta gente ama Parnaíba e que certamente, se oportunidade houvesse, faria muito mais e melhor por ela do que fizeram Zé Hamilton e Florentino!!! Servir a cidade e seus cidadãos, sem privilégios a grupos ou “amiguinhos do peito”, é coisa rara nos dias atuais. Exercer o mandato aproveitando a oportunidade divina de fazer o bem aos mais necessitados, sem se deixar contaminar pela vaidade do poder, talvez seja sonho nos dias de hoje.
Voto no Mão Santa porque quando a Parnaíba o elegeu prefeito em 1988, eu votei no Paulo Lages, porque estava na Rádio Educadora, do grupo político do Dr, João Silva Filho. Apesar de ter trabalhado na Rádio Igaraçu desde sua abertura até aquele ano com Mão Santa. Depois, em 1994, quando Parnaíba deu quase 94% dos votos válidos da cidade para Mão santa, então candidato a governador, eu votei contra. Fiz oposição e votei Átila Lira, com o grupo político do Dr. João Silva Filho. E foram anos de desencontros, eu sempre em posição oposta, até que quis o destino que Airton Alves me convidasse para integrar a primeira equipe de jornalista da TV Delta, que Mão Santa trouxe para Parnaíba. Então houve o nosso reencontro. Depois, convites para volta à rádio Igaraçu e eu relutando...
Voltando à eleição: Em 1988, depois que Mão Santa venceu, fui embora para Tutoia, onde fui secretário de comunicação, deixando o jornalismo da Educadora entregue aos amigos Jaime Lins e F. Carvalho. Alguns meses depois, Herbert Silva, então vereador, me chama para voltar à rádio. E, junto com outros vereadores, consegue que eu passe a fazer parte do Governo José Hamilton, com quem eu já havia bebido muito. E desde essa época 1994, passei a compor a equipe do prefeito de então. Era diretor de comunicação da Secretaria de Cultura, comandada pelo amigo Danilo Melo.
E de lá para cá passei a conhecer bem de perto todas as gestões que se sucederam. E posso dizer, de cátedra, que voto no Mão Santa porque aqueles que vieram após sua gestão não o superaram, considerando os apoios federais que passaram a acontecer, de forma mais intensa, das duas gestões Zé Hamilton para cá. Faltou competência. Nos últimos tempos passaram a maximizar coisas miúdas, dando a ela dimensão inexistente. A remoção de entulhos de uma rua; a limpeza de uma praça; a mudança de comerciantes de um local inadequado para outro melhor, passaram a ser “obras do século”...
E Parnaíba é bem maior que tudo isso. Estudei em Sobral no início dos anos 80 e 20 anos depois lá retornei e vi um progresso inimaginável em Parnaíba em igual período, muito embora Zé Hamilton tenha governador 8 anos com apoio do governo do Estado, Wellington Dias do PT e Lula, do PT; Florentino, com apoio de Wellington Dias e Dilma, do PT. O quê foi que houve? 
Por isso voto Mão Santa. Ficou mais velho, porém mais experiente, após 8 anos de senado; mais viajado e o mesmo amor por Parnaíba, ao ponto de sair de sua zona de conforto e andar até 2 hora da tarde no sol quente pedindo voto. Ô véi macho! É 77 e PRONTO! TENHO DITO!!!