Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

domingo, 16 de outubro de 2016

Deputados gastam R$ 800 mil de cota parlamentar

Deputado gustavo neiva foi o parlamentar que mais gastou na cota parlamentar no mês de agosto
Segundo o Portal da Transparência da Assembleia Le-gislativa, os deputados estaduais gastaram em cota parlamentar, referente ao mês de agosto, mais de R$ 800 mil. O site divulgou as contas de 27 dos 30 parlamentares, em verbas restituíveis pelo Legislativo.
De acordo com dados da Diretoria de Tecnologia da Informação da Assembleia Legislativa, pelo gerenciador de cotas parlamentares, o deputado que mais gastou destas verbas foi Gustavo Neiva (PSB) que gastou o equivalente a R$ 37.584,10, valores esses restituídos pelo Legislativo.
Segundo as prestações de contas para ressarcimento, Gustavo Neiva apresentou notas fiscais de hospedagem no valor de R$ 533,00; de locação ou fretamento de aeronaves, embarcações ou veículos automo-tores no valor de R$ 10.000,00;  R$ 4.451,10 em combustíveis e lubrificantes; R$ 5.000,00 em serviço de segurança.
Para a contratação de apoio ao exercício do mandato parlamentar, assessoria, consultoria e trabalhos técnicos o deputado apresentou nota de R$ 17.000,00 e mais R$ 600,00 na divulgação de atividade parlamentar.
O sistema avisa que os valores referem-se ao mês de pagamento, podendo conter valores dos meses anteriores.
O deputado Júlio Arcoverde (PP) foi o segundo em gastos com R$ 34.284,47, sendo R$ 13.000,00 com consultoria e apoio técnico para o exercício do mandato; R$ 10.800,00 em locação de aeronaves ou veículos; R$ 3 mil com divulgação da atividade parlamentar e R$ 2.711,55 em passagens aéreas.
O deputado que menos gastou essa verba foi o deputado Francis Lopes (PRP) que apresentou notas no valor de 8.097,45. Ele apresentou notas no valor de R$ 4.897,45 gastos com combustíveis e lubrificantes e R$ 3.200,00 na contratação de consultoria ou trabalhos técnicos para fins de apoio ao exercício do mandato parlamentar .

O segundo que menos gastou foi o deputado Georgiano Neto (PSD) com R$ 21.711,91. Ele pediu ressarcimento para gastos com uma passagem aérea R$ 1.138,00; R$ 10.800,00 para frete de aeronave ou veiculo; R$ 4.773,71 com combustíveis e R$ 5.000,00 com contratos de consultoria e trabalho técnico.