Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

terça-feira, 1 de novembro de 2016

Apurações desmentem acusações e apontam que não há investigação na PF contra Mão Santa

Advogado desmente acusações de repórter contra Mão Santa. "Não há nenhum inquérito na Polícia Federal. O repórter usurpou a verdade, criando fatos para obter informações que lhe convenham. Isso é crime".
Advogado Márcio Mourão adiantou que repórter
terá que se explicar na Justiça
No final de outubro foi publicada na imprensa local uma matéria dando conta de supostas investigações na Polícia Federal de Parnaíba (PF) contra o prefeito eleito de Parnaíba, Mão Santa e seu vice, Marcos Samarone, ambos do Solidariedade, contra uma possível compra de votos. No entanto, nossa reportagem esteve hoje pela manhã (01) na sede da PF a fim de obter mais informações sobre o caso, porém, a resposta da PF foi de que não há em curso nenhum inquérito policial contra os dois políticos citados.

Além da não existência de tal investigação, causa estranheza também o fato de os processos eleitorais correrem em segredo de justiça, não podendo nem mesmo serem repassados a nenhum órgão de impressão antes de sua conclusão, ainda que existisse. De acordo com o advogado Márcio Mourão, da coligação “A cidade é o povo”, de Mão Santa, o repórter autor da matéria incorreu no crime de fraude processual e terá que apresentar as provas a fim de sustentar suas acusações.
“Vamos representá-lo judicialmente fim de que o repórter apresente suas fontes ou que faça uma retratação da sua fala porque não é verdade o que ele está dizendo, pois não há nenhum inquérito da Polícia Federal contra o Mão Santa. Os inquéritos que existem são de autoria do Ministério Público e não há nenhuma definição como ele afirma na matéria. Ele precisa se explicar porque foi um deszelo que ele teve com a própria profissão, sem ética e usurpando a verdade, criando fatos para obter informações que lhe convenha. Isso é crime”, ponderou. (Por Luzia Paula)