Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

sexta-feira, 18 de novembro de 2016

Garotinho na cadeia: "Querem me matar, porra!"

Blog de Josias de Souza 
Ao ser transferido do hospital para a cadeia, na noite desta quinta-feira (17), Anthony Garotinho (PR-RJ) esperneou e esbravejou. Deitado numa maca, foi carregado por bombeiros, sob a vigilância de agentes federais. Parecia calmo. Transtornou-se ao ser conduzido para o interior da ambulância. Sob refletores e ao som dos protestos da mulher Rosinha e da filha Clarissa, o ex-governador protagonizou a coreografia do medo.
“Vocês estão de sacanagem. Querem me matar, porra!”, vociferou Garotinho, de acordo com reportagem do Globo. Ele lembrou aos bomberios e policiais que, durante o seu governo, grandes traficantes foram enviados para o complexo penitenciário de Bangu. O novo hóspede do presídio soou como se temesse por sua segurança. Garotinho debatia-se com tal vigor que seus movimentos desautorizavam suas palavras: “Me solta, me solta. Eu sou um enfartado”, dizia o preso, submetendo as coronárias de seus condutores a um teste involuntário de esforço.
Numa evidência de que o destino não é tão aleatório quanto parece, Garotinho amanhece nesta sexta-feira no mesmo complexo prisional para onde foi mandado seu ex-aliado e agora arqui-inimigo Sérgio Cabral, recebido sob fogos. A unidade onde estão assentadas as celas destinadas a presos com curso superior, Bangu 8, foi inaugurada, suprema ironia, por Cabral.