Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quinta-feira, 10 de novembro de 2016

Projeto REpilhe recolhe mais de 1300 objetos tecnológicos

Atualmente existem nove pontos de coletas na cidade com expectativa de crescimento nas parcerias público-privadas para aumento da cobertura do projeto
Os estudantes do curso de Sistemas de Informação da Faculdade Maurício de Nassau, unidade Parnaíba, estão comemorando a adesão da população ao descarte correto de pilhas, baterias, carregadores de celulares e fones de ouvido. Em pouco mais de seis meses de funcionamento do projeto REpilhe, já foram coletados 1310 lixos eletrônicos e enviados para a empresas de reciclagem na região Sudeste,
De acordo com o coordenador do curso de Sistemas de Informação, Henrique Rocha Fontenele, nesse primeiro ano de funcionamento do REpilhe, as ações têm se mostrado eficazes e participativas. “O projeto começou em maio com seis pontos de funcionamento e atualmente conta com nove coletores espalhados em Parnaíba buscando dar suporte aos cidadãos que desejam descartar seus produtos e que antes não tinham onde depositá-los. Isso deixa o nosso ambiente mais sustentável e mais limpo, proporcionando assim uma prevenção da contaminação do solo e do lençol freático Parnaibano por lixo tóxico”, enfatiza.
O projeto REpilhe é pioneiro no Piauí e vem mostrando resultados significativos para a população. Desde julho deste ano foram enviados para a reciclagem 71 baterias eletrônicas, 1154 pilhas, 55 baterias de celular, 23 carregadores de celular e 7 fones de ouvido. A previsão é que sejam recolhidos mais materiais e que as parcerias cresçam com foco na instalação de novos pontos e a maior participação da comunidade.