Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

PMDB DIVIDIDO E SEM CONSENSO

Por:Lídia Brito
O encontro entre os dirigentes do PMDB terminou sem consenso. O partido aguarda uma resposta final do governador Wellington Dias (PT) sobre a participação peemedebista no governo.
No PT, o PMDB é visto como “guloso”. A oferta inicial do governador seria duas secretarias para os peemedebistas aliados, mas o partido quer mais. Além das secretárias, a legenda pretenderia ocupar mais dois órgãos de segundo escalão. As pastas desejadas seriam o Crédito Fundiário e o Departamento de Estradas e Rodagem (DER).
Sem acordo com o governo, o partido ainda enfrenta a resistência do ex-ministro, João Henrique Sousa, de manter a pré-candidatura a governador. Ele tem percorrido o interior do estado e diz encontrar um PMDB dividido. Enquanto os deputados querem apoiar o governo, lideranças do interior desejariam candidatura própria.
Sem um posicionamento final de Wellington Dias, os líderes do partido resolveram não falar mais do assunto publicamente. O presidente da Assembleia Legislativa, Themístocles Filho, ficou como porta-voz da legenda. Logo ele que é conhecido pela descrição e por falar pouco.