Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quarta-feira, 8 de março de 2017

BOM DIA, MULHERES!

Por: Benedito Gomes(*)
No ano passado nosso colaborador deste blogdobsilva escreveu a crônica abaixo, que foi uma das mais lidas. Pedi para reprisá-la, pois sei que fará tanto sucesso quando no ano passado. Ei-la:
"Hoje, Dia Internacional da Mulher, pode até não sair presentes, pode até não ganharem festas, mas que é uma bela homenagem, lá isto é. 
Há alguns anos um grupo de pessoas, homens e mulheres, reuniram-se para escolher entre milhares o nome de uma grande mulher. E foram citando nomes: Margareth Thatcher, primeira ministra da Inglaterra; Indira Gandhi, da Índia; Benazir Butto, do Paquistão; Malala,a primeira mulher a ganhar o prêmio Nobel da Paz, com 17 anos de idade...Entre as brasileiras citaram: Anita Garibaldi, Rosa da Fonseca, Ana Neri, Maria da Penha e outras. Como não chegavam a um nome de consenso, perguntaram à escritora Martha Medeiros o que é uma grande mulher e ela respondeu:
“Uma grande mulher é aquela que pega dois ônibus para ir ao trabalho e mais dois para voltar, quando chega em casa encontra um tanque lotado de roupas, uma família com fome e ainda prepara o jantar. Uma grande mulher é aquela que vai de madrugada para a fila garantir matricula na escola; é aquela aposentada que passa horas na fila do banco para receber uma pensão de R$ 800,00 reais.
Uma grande mulher é a empresária que administra dezenas de funcionários, de segunda a sexta, mais uma família todos os dias da semana. Uma grande mulher é aquela que volta do supermercado segurando várias sacolas, depois de ter pesquisado preços e feito vários ajustes com seu orçamento.
Mulherão é aquela que se depila, que passa cremes, que se maquia, que malha, usa salto alto, meia calça, ajeita o cabelo e se perfuma mesmo sem nenhum convite para ser capa de revista.
Uma Grande Mulher é aquela que leva os filhos na escola, busca os filhos na escola, leva pra natação, busca os filhos da natação, leva para cama, conta historias, dá um beijo e apaga a luz.
Grande mulher é aquela mãe de adolescente que não dorme enquanto ele não chega e de manhã bem cedo já está de pé esquentando o leite.
Uma grande mulher é quem leciona, é quem faz serviços voluntários, é quem trabalha 08 horas atrás de um balcão, muitas vezes por um salário mínimo.
Existem centenas de histórias, narrando bravuras e também o cotidiano de mulheres no mundo inteiro. Algumas tomando decisões em palácios suntuosos, cercadas de conforto e segurança; outras, em pleno sertão, instaladas numa casa humilde, sentadas em um banco de madeira, cercadas pelos filhos, tomam decisões para o dia de amanhã que na maioria das vezes não será melhor que o de hoje.
Há dois mil anos, anunciaram que em Jerusalém, Judéia e cidades vizinhas, todas as crianças com menos de dois anos seriam assassinadas no dia seguinte. Uma mulher destemida e corajosa não pensou duas vezes: logo que anoiteceu colocou cangalho no jumento, fugiu de Nazaré, enfrentou a escuridão da noite e o frio do deserto, mas livrou seu filho da espada de Herodes. Estou falando de Maria, a mãe de Jesus, uma grande mulher. 
Se você é mulher e está lendo este texto, você está conversando comigo. Levante a vista, estenda a mão e receba meus cumprimentos. Parabéns pra você e para o Dia Internacional da Mulher. Esta é minha maneira rude de escrever, mas foi a forma que encontrei para externar minha admiração por vocês, Mulheres!"
(*)Benedito Gomes
Contador (UFPI)