Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

sábado, 4 de março de 2017

DELAÇÃO ODEBRECHT: DEPUTADO QUER CONVOCAR WELLINGTON DIAS

ROBERT RIOS QUER QUE O GOVERNADOR COMPAREÇA À ASSEMBLEIA PARA EXPLICAR DOAÇÃO RECEBIDA DA CERVEJARIA ITAIPAVA
Robert Rios quer a convocação do governador 
por Lídia Brito
O deputado, Robert Rios (PDT), irá pedir à Assembleia Legislativa a convocação do governador, Wellington Dias (PT), para esclarecimento sobre doação da cervejaria Itaipava para a campanha do petista em 2014. Em delação, o empresário Marcelo Odebrecht afirmou à Justiça Eleitoral que a empreiteira, da qual foi presidente, usou a Cervejaria Itaipava, do grupo Petrópolis, para repassar propina para políticos.
O governador Wellington Dias (PT)  recebeu doação da cervejaria citada por Odebrecht. A doação foi declarada à Justiça Eleitoral. O governo afirma que o dinheiro foi recebido de acordo com o permitido pela legislação eleitoral. Robert afirma que a delação do empresário torna necessário que o governador preste esclarecimentos sobre o dinheiro recebido. 
Declaração feita à Justiça Eleitoral prova que Wellington recebeu dinheiro da cervejaria (Foto:Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)Declaração feita à Justiça Eleitoral prova que Wellington recebeu dinheiro da cervejaria (Foto:Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)
“A construtora Odebrecht repassou milhões desviados de contratos com o governo para cervejaria Itaipava, sua sócia no banco do Caribe, repassar a políticos do PT. Wellington Dias ficou com dois por cento desse dinheiro desviado dos cofres públicos. Temos que convocar urgente o governador para se explicar na Assembleia”, disse Robert.
Em 2015, o deputado Marden Meneses (PSDB) tentou aprovar requerimento que seria encaminhado à CPI da Petrobras pedindo esclarecimentos sobre as doações realizadas. O plenário da Assembleia negou o pedido. O governador possui a maioria na Casa.
PDT CITADO 
A delação de Marcelo Odebrecht tem atingido praticamente todos os partidos do país. O PDT legenda de Robert Rios também foi citada pelo empresário. Segundo ele, o partido teria recebido R$ 4 milhões para apoiar a campanha de Dilma Rousseff (PT).
“É com muita tristeza que recebemos essa informação de que o PDT recebeu dinheiro. O partido precisa realizar um procedimento para expulsar os corruptos. Isso mostra como a relação do PDT com o PT foi prejudicial ao partido. O PT levou todas as outras siglas para a lama”, declarou.
OUTRO LADO
A reportagem entrou em contato com a assessoria do governador Wellington Dias (PT), que informou que não irá se manifestar sobre o assunto já que a Assembleia ainda não aprovou nenhum requerimento solicitando a convocação do governador.