Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quarta-feira, 24 de maio de 2017

OBRA SUPERFATURADA DE ESTÁDIO PODE TER 1º DELATOR

AO MENOS UM INVESTIGADO DEVE DELATAR A TRAMA DE SUPERFATURAR OBRA DO MANÉ GARRINCHA EM R$ 900 MILHÕES
Ao menos um dos investigados na Operação Panatenaico, deflagrada nesta terça-feira (23) pela Polícia Federal, pessoa muito ligada ao ex-governador do DF Agnelo Queiroz (PT), manifestou interesse imediato de negociar um acordo de delação premiada. A informação é de fontes de outros órgãos envolvidos na apuração do superfaturamento de R$ 900 milhões da obra do Estádio Mané Garrincha, em Brasília. A informação é do colunista Cláudio Humberto, do Diário do Poder.
Preso ontem, o ex-vice-governador Tadeu Fillippeli já trabalhava na construção da sua candidatura ao governo do DF. Acabou.
Nilson Martorelli e Maruska de Holanda, ex-dirigentes da Terracap, absolvidos em 2015 de irregularidades no estádio, foram presos ontem.
O que faziam órgãos de controle, como Tribunal de Contas do DF, enquanto superfaturavam R$900 milhões na obra do Mané Garrincha?