Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quinta-feira, 11 de maio de 2017

Valdir Aragão presta relatório na Câmara sobre a saúde pública de Parnaíba

Para falar aos vereadores sobre a situação da saúde pública em Parnaíba, o secretário da pasta e médico, Valdir Aragão, fez uso da tribuna livre da Câmara Municipal na noite desta quarta-feira (10). A convocação do secretário foi requerida pelo vereador Carlson Pessoa (PPS), a fim de que Aragão respondesse aos questionamentos dos parlamentares.
Logo no início de sua fala, relembrando o estado em que encontrou a saúde pública do município, Aragão voltou a compará-la ao Iraque quando foi arrasado pelos Estados Unidos, sendo que os postos de saúde estavam sucateados e carência de insumos, entre outros problemas. Aragão compartilhou a tribuna com o diretor do Centro de Especialidades Odontológicas (CEO), Leonardo Correia e com o técnico da Secretaria de Saúde, Carlos Barros.
“As dificuldades que encontramos a Secretaria de Saúde foram tremendas, mas com muito trabalho e esforço, já recuperamos quase todas as Unidades Básicas de Saúde e inauguramos duas. Está sendo feito também a reestruturação dos Caps, além de convênios com hospitais e a ampliação de profissionais do Centro de Especialidades em Saúde”, pontuou Aragão.
Em relação aos consultórios odontológicos, o médico disse que os mesmos estavam sem funcionar, sendo que os dentistas se limitavam a apenas dar dicas para a população sobre higiene bucal. Correia, por sua vez, endossou a fala do secretário ao expor a fragilidade e a falta de condições estruturais que receberam os consultórios, bem como as melhorias significativas já feitas no CEO, como contratação de novos profissionais, além da nomeação de quatro cirurgiões buco-maxilos para atendimento no Hospital Nossa Senhora de Fátima.
Se aprofundando mais na questão técnica, Carlos Barros relatou sobre o andamento das obras na Unidade de Pronto Atendimento (UPA), que já está em fase de finalização. Ele explicou sobre a mudança de categoria da UPA de tipo III para tipo II, pois se permanecesse no porte anterior, a unidade teria que atender toda a Planície Litorânea do Piauí e cidades de Estados vizinhos, sendo que o município não teria condições de arcar com as despesas.
Carlson Pessoa agradeceu a ida do secretário a Casa de Leis e disse de sua felicidade ao ver que muitas melhorias já foram empreendidas na saúde da população. “Estou feliz porque a questão do transporte para Teresina já ter melhorado e com isso quem ganha são os pacientes e me alegra muito também saber das novas contratações de médicos, bem como a reestruturação do CEO e do CES”, disse.
A despeito dos avanços, um fato preocupante apontado por Aragão foi em relação a suspensão dos atendimentos oftalmológicos por falta de condições de pagamento. No entanto, o secretário afirmou que não vai descansar e continuará buscando soluções para sanar essa lacuna.

(Por Luzia Paula / Ascom )