Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

segunda-feira, 17 de julho de 2017

Cenário desenhado para as eleições de 2018: Oposição se articula para desbancar Wellington Dias

João Henrique Sousa
Por Marta Alencar
A 15 meses das Eleições de 2018, a oposição já se articula para a formação das possíveis chapas que concorrerão em outubro do próximo ano. A disputa pela vaga do Palácio de Karnak está bastante acirrada entre alguns partidos locais. O petista Wellington Dias permanece como o principal nome da base governista, mesmo com o PT tendo perdido espaço no cenário nacional.
Um dos primeiros nomes a entrar nessa disputa é o do presidente do Conselho Nacional do Sesi (Serviço Social da Indústria), João Henrique de Almeida Sousa (PMDB). Com uma bagagem adquirida como ministro dos Transportes e presidente dos Correios, João Henrique, que também atuou politicamente em várias secretarias estaduais, tem trabalhado para viabilizar a sua candidatura de oposição, na qual deverá disputar contra o governador Wellington Dias.
Uma das estratégias políticas de João Henrique é percorrer vários municípios piauienses na “Caravana Piauí em Movimento”, com o intuito de discutir a situação política do país e apontar os desafios e soluções para o desenvolvimento do estado. Em alguns municípios, o pré-candidato tem recebido apoio de diretórios do partido.

Wilson Martins
Wilson MartinsOutro líder da oposição é o ex-governador Wilson Martins (PSB), que tem colocado seu nome à disposição para concorrer ao Senado. Martins vem realizando reuniões pelo interior do estado para recrutar lideranças, através do “Piauí em debate”. Nessas reuniões, Wilson Martins tem feito duras críticas ao governador Wellington Dias. “A oposição tem que fazer oposição e fiscalizar o governo. Até porque o gestor atual está sempre na mídia e tudo que tem feito já é pensando na reeleição”, afirma o ex-governador.A oposição no estado tem articulado alguns nomes para disputar o governo, entre eles, o do prefeito de Teresina, Firmino Filho (PSDB). Mas o gestor municipal já declarou que não irá disputar ao cargo de governador do Piauí.Cenário eleitoralDiante do cenário, a cientista política Joana Neta afirma que um nome bastante forte e que têm grandes chances de vencer as eleições é o do senador Ciro Nogueira (PP). No entanto, o senador é um dos aliados do governador Wellington Dias e já declarou inúmeras vezes que não irá concorrer ao cargo.

Cientista política Joana Neta
Cientista política Joana NetaEm relação à indicação do nome do prefeito Firmino Filho, a cientista política ressaltou que o eleitorado do interior é diferente da capital. “A campanha do interior é totalmente diferente [da capital]. Porque se você observar o Firmino Filho nesse cenário, ele é um nome muito bom e forte em Teresina. No entanto, o PSDB já saiu em disputas estaduais e não teve êxito. Já o governador Wellington Dias é bastante reconhecido no interior. E o grupo de oposição que quiser vencê-lo tem que estar bem sólido. O senador Ciro Nogueira, por exemplo, tem um grupo político forte, incluindo prefeitos, além de poder econômico. Ele seria um nome mais forte para competir e até ganhar de Wellington Dias”, declarou a cientista.Liderança petistaEm 2014, o Wellington Dias venceu as eleições estaduais com mais de 1 milhão de votos (63,32%). A expectativa da base aliada é que o governador vença novamente em 2018. Algumas pesquisas apontam que Wellington lidera a disputa com folga, tanto na capital como no interior. Agora é esperar o desenrolar dos fatos até o próximo ano e ver o que a oposição fará para vencer o petista.(Portalaz)