Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

terça-feira, 11 de julho de 2017

População, temei!

Por:Arimateia Azevedo
Os desencontros  do comando da segurança publica chegam agora a um ponto máximo, em que a população vê o crime se multiplicar e a presença da polícia diminuir. Teresina ostenta recordes negativos, a cada vez, chegando ao cúmulo de ter um índice de atendimento da população inferior a 15%, nas estatísticas oficiais, porque, muitas vezes, a população sequer procura a polícia, até porque sabe, antecipadamente, que nada vai ser resolvido, ou a situação da vítima pode piorar ainda mais. 
A falta de pessoal, de estrutura mínima para o desempenho dos trabalhos, tudo leva a que o sistema de segurança pública do Piauí (e em muitos estados brasileiros) esteja totalmente em defasagem com as necessidades de uma população ordeira e pacata, na imensa maioria, mas carente por um serviço pelo qual paga, muito caro, até mesmo com a própria vida, infelizmente. No Piauí, hilário e trágico ao mesmo tempo, chegou-se a um ponto em que os cargos em comissão não podem mais ser preenchidos.  
A entrega dos cargos comissionados de quase todas as delegacias regionais é uma demonstração do descalabro em que se encontra o aparelho policial, deixando um rastro que dificilmente pode ser suprido ou compreendido pela população, que afinal, é a maior prejudicada. Se as partes não chegam a acordo, ou não conseguem mobilizar esforços suficientes para um bom termo, não se pode mesmo esperar uma solução que venha a contemplar nenhum dos lados, até porque, nesse episódio, lamentável, mais uma vez, a população é a vítima derradeira desse descaso temerário.