Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

segunda-feira, 17 de julho de 2017

Todos vão para as audiências das mortes de Algodões, menos o réu, que está no Canadá

PROCESSO POR HOMICÍDIO – Toda estrutura montada, dezenas de testemunhas intimadas a depor, Tribunal de Justiça e duas comarcas mobilizadas, tudo para ouvir os depoimentos das testemunhas de defesa e de acusação no processo que tramita no Superior Tribunal de Justiça e que o governador Wellington Dias é um dos réus acusado pelo Ministério Público Federal de homicídio culposo. Na tragédia da Barragem de Algodões em 2009, nove pessoas perderam a vida.
Quem vai ouvir as testemunhas será o próprio juiz auxiliar do ministro-relator, Dr. Carlos Vieira Von Adameck, que assinou o despacho marcando dia e hora que serão tomados os depoimentos. (DOCUMENTO em PDF)
GOVERNADOR NÃO É OBRIGADO A OUVIR – Os réus Wellington Dias e Lucile Moura também foram intimados, mas não são obrigados a acompanhar os depoimentos. Wellington Dias já tinha avisado (não-oficialmente), ainda em maio, que não iria acompanhar, apenas seu advogado.
O objetivo dessa fase formal do processo é ajudar a esclarecer se o governador teve culpa, ou não, no retorno das famílias para as residências, mesmo após uma decisão da Justiça determinando a desocupação da área antes da tragédia. A absolvição sumária, ou não, de Wellington Dias vai depender das análises dos depoimentos e de outras provas apontadas pela Polícia Federal junto ao CREA, UFPI, Instituto de Meteorologia e outros órgãos.
DATAS DOS DEPOIMENTOS:
18 de julho de 2017, às 10:00 horas, inquirição da testemunha de acusação MAJ QOBM José Veloso Soares (fls. 96/97), nas dependências do Tribunal de Justiça do Estado do Piauí.
19 de julho de 2017, às 11:00 horas, para inquirição das demais testemunhas de acusação arroladas pelo Ministério Público Federal – Francisco Alves Domingues (fl. 447), Maria do Socorro dos Santos (fl. 292) e Maria de Fátima Pereira (fl. 116), bem como das testemunhas de defesa residentes na mesma localidade (Otacílio Caetano Machado, Arthur Correia de Araújo, Felipe dos Santos Portela e Antonio de Araújo Rodrigues ) nas dependências da Vara Única da Comarca de Cocal.
20 de julho de 2017, às 11:00 horas, para inquirição da testemunha de defesa Kleber Marques Machado nas dependências da Vara Única da Comarca de Buriti dos Lopes/PI.
Todos os depoimentos são públicos e podem ser acompanhados por qualquer pessoa.
No mesmo período dos depoimentos, Wellington Dias segue agenda oficial no Canadá, onde visita os presídios daquele país, além de outros compromissos. Na foto, o governador aparece ao lado do cônsul adjunto do Consulado Geral de Toronto, Ademar Seabra da Cruz Júnior, e pela primeira-dama Rejane Dias.
A COMITIVA – A comitiva piauiense no Canadá é formada pelo governador Wellington Dias, pelos secretários estaduais de Educação, Rejane Dias, e de Justiça, Daniel Oliveira, além do assessor de imprensa Álvaro Carneiro e dos ajudantes de ordem Ricardo Barbosa e Elton Maciel.(Código do Poder)