Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

segunda-feira, 18 de setembro de 2017

A 'CLONAGEM' DE MEIO MILHÃO DE REAIS

VIVIANE MOURA COBRA DO ESTADO R$ 470 MIL POR TRABALHO COPIADO NA INTERNET E QUE ESTAVA DISPONÍVEL DE GRAÇA HÁ 8 ANOS
As polêmicas em torno de Viviane Moura devem fazer o Governo do Estado ser questionado por todo documento, parecer e decisão que leva sua assinatura (foto: Jailson Soares | PoliticaDinâmica.com) As polêmicas em torno de Viviane Moura devem fazer o Governo do Estado ser questionado por todo documento, parecer e decisão que leva sua assinatura (foto: Jailson Soares | PoliticaDinâmica.com)
Quase meio milhão de reais por um trabalho colado da internet. O Tribunal de Contas do Estado do Piauí está apurando supostas irregularidades no contrato 022/2014 entre a SEMAR e a M&B Consultoria. E os autos do processo mostram que foi entregue um trabalho defasado, copiado da internet e que estava disponível de graça.
A falta de ética e honestidade neste contrato com o Governo coloca sob suspeita também o resultado de todas as licitações que ela coordenou para a implantação das PPPs do Estado (foto: Jailson Soares | PoliticaDinamica.com)A falta de ética e honestidade neste contrato com o Governo coloca sob suspeita também o resultado de todas as licitações que ela coordenou para a implantação das PPPs do Estado (foto: Jailson Soares | PoliticaDinamica.com)
A M&B Consultoria hoje se chama Corisco Sinalizações e pertence a Olavo Bezerra, marido da atual superintendente de parcerias público-privadas do Piauí Viviane Moura. Ela era sócia da empresa e assinou o contrato em questão e os trabalhos entregues pelos quais a empresa já recebeu R$ 228 mil e busca o pagamento de outros R$ 236 mil.
Da capa à conclusão, as mudanças são mínimas. O material entregue em 2014 à SEMAR como sendo um “diagnóstico” dos recursos hídricos do Piauí num caderno de 12 páginas se mostra simplesmente a cópia de um trabalho bem maior, de mais de 160 páginas. Trabalho, inclusive, disponível no site da Agência Nacional de Águas (ANA), desde maio de 2007.
Viviane Moura continua cobrando na Justiça o restante do dinheiro pelo serviço de cópia não autorizada da internet (foto: Jailson Soares | PoliticaDinâmica.com)Viviane Moura continua cobrando na Justiça o restante do dinheiro pelo serviço de cópia não autorizada da internet (foto: Jailson Soares | PoliticaDinâmica.com)
Apesar disso, foi apresentado como trabalho original. E omite o nome dos verdadeiros pesquisadores e realizadores do estudo nacional elaborado no tempo em que Lula era presidente do Brasil e Marina Silva era sua ministra do Meio Ambiente. Sim, faz tempo!