Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quarta-feira, 27 de setembro de 2017

Previdência do Estado do Piauí acumula rombo de R$ 1 bilhão

Presidente da Assembleia alerta sobre déficit
Já chega a R$ 1 bilhão o déficit anual da Previdência Estadual. Todos os meses, o governo tem que repassar aproximadamente R$ 80 milhões do tesouro estadual para pagar os aposentados e pensionistas.
O agravamento da situação foi exposto ontem na Assembleia Legislativa pelo presidente da Casa, deputado Themístocles Filho (PMDB).
Ele destacou que o governador Wellington Dias está preocupado com a situação, pois o Piauí poderá enfrentar dificuldades para prosseguir com o pagamento dos servidores inativos já a partir do próximo ano.
“É importante dizer que esses recursos poderiam ser utilizados na realização de obras e outros investimentos, se não houvesse necessidade de aplicação na Previdência”, assinalou o parlamentar, lembrando que em nível nacional a questão da Previdência terá de ser enfrentada de maneira efetiva pelo próximo presidente da República.
Desde que tomou posse no terceiro mandato, o governador Wellington Dias vem desenvolvendo uma série de ações para reduzir o impacto do déficit da Previdência. Como esse déficit é antigo e histórico e, além disso, as receitas vêm caindo em função da crise econômica, o Estado ainda não pode contornar o problema.
Tesoura
Ontem, o Ministério Público Estadual recomendou que o Governo do Piauí faça uma redução imediata do número de cargos comissionados e funções de confiança, bem como de servidores contratados temporariamente.
No Portal da Transparência, o promotor de Justiça Fernando Santos constatou que, de janeiro de 2015 a julho de 2017, houve um aumento no número de cargos comissionados em 555%; aumento do número de servidores efetivos ocupando cargos comissionados em 336% e aumento de 247% no número de servidores contratados temporariamente.
O Estado tem 15 dias para se pronunciar sobre a recomendação do MP.(Zózimo Tavares)