Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quinta-feira, 7 de setembro de 2017

Secretário Paulo Eudes comparece à solicitação da Câmara e fala sobre funcionamento do matadouro

O Secretário de Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Paulo Eudes Carneiro, esteve na noite dessa quarta-feira (06) na Câmara Municipal de Parnaíba. Sua presença naquela Casa Legislativa foi solicitada recentemente pelo Vereador Carlson Augusto Cornélio Pessoa através de requerimento verbal, no intuito de dar explicações a respeito do Matadouro Público Municipal que foi inaugurado recentemente durante as comemorações do aniversário de Parnaíba no mês de agosto.
Antes mesmo das explicações do secretário, foram apresentados, colocados em votação e aprovados, um Título de Cidadania e três Projetos de Decretos do Legislativo. Logo após o Presidente José Geraldo Alencar colocou em votação que cada vereador inscrito teria 5 minutos para fazer questionamentos a Paulo Eudes, o que foi prontamente aprovado por todos os presentes.
Paulo Eudes iniciou suas palavras agradecendo a oportunidade de ir a Câmara Municipal para dar explicações a respeito de sua pasta, mais precisamente sobre o Matadouro, já que essas são atribuições dos vereadores, a de questionar e fiscalizar a administração pública. Quando começou a falar sobre o matadouro, relatou que essa é uma questão antiga, já que em sua gestão quando foi prefeito de Parnaíba tinha tentado realizar essa obra, porém na oportunidade acabou não conseguindo justamente por falta de recursos financeiros.
O Secretário estava acompanhado dos Engenheiros Agrônomos Ismael Abreu, Superintendente do Setor Primário, e de André Fontenelle, Gerente de Agricultura e Irrigação da Secretaria do Setor Primário.
Após as primeiras palavras, o Secretário Paulo Eudes passou a palavra para Ismael Abreu que fez uma explanação com fotografias de como a Secretaria e Superintendência encontraram a obra do Matadouro e como está atualmente após a inauguração, inclusive mostrando passo a passo todo o caminho que os animais seguem desde sua chegada e abate, até o momento que serão levados para a câmara fria ou distribuídos para os locais de vendas em “caminhões frigoríficos”.
“Não existe nenhuma possibilidade da prefeitura administrar um matadouro como esse, já que se trata de uma atividade bastante complexa, e até o momento, não conhecemos nenhuma prefeitura que administre tal atividade, estamos avaliando se o funcionamento do matadouro passará por um Processo Licitatório, Parceria Público Privada ou Concessão Pública, tudo isso vai depender da Lei de Responsabilidade Fiscal. Não podemos confirmar uma data de funcionamento, já que agora tudo depende de questões burocráticas, essa obra custou mais de 1 milhão de reais e faremos de tudo para o matadouro funcionar o mais rápido possível”, disse Paulo Eudes.
O vereador Reinaldo Castro parabenizou o secretário pela sua disponibilidade e ida a Câmara Municipal para dar explicações a todos que ali se faziam presentes, já o Vereador Ronaldo Prado lembrou da experiência da vizinha cidade de São Bernardo-MA, que também possui um matadouro público municipal que vem sendo administrado pela iniciativa privada. Todos os vereadores, no final da sessão falaram da importância da conclusão da obra do matadouro municipal e principalmente de seu funcionamento.