Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

sábado, 23 de setembro de 2017

Zé Filho e Sílvio Mendes não se dão ao respeito

Por:Murilo Noleto
Passados três anos da última eleição para o cargo de governador do Estado do Piauí, integrantes da chapa perdedora Zé Filho e Sílvio Mendes  talvez por falta do que se ocupar de mais proveitoso em suas vidas , resolveram nessa semana, trocar desaforos na imprensa piauiense, cada um ao seu modo, ambos se maldizendo de terem feito uma composição política mal sucedida em 2014.
Primeiramente, não se sabe porque cargas d'Água e com que objetivos , confessos ou não, o atual Secretário Municipal de Saúde da cidade de Teresina, ex-prefeito Sílvio Mendes, veio ao proscênio botando a boca no trombone, dizendo com todas as vogais e consoantes que se arrepende até os dias que correm, de ter dado o único passo em falso na sua trajetória política , qual seja, ter tido o infortúnio de ter se aliado ao governador do Estado à época Zé Filho, numa aventura política sem pé e nem cabeça, com chances zero de lograrem êxito, e só o fazendo, por solicitação do Presidente Nacional  do PSDB , o hoje senador mineiro - acusado de todo tipo de roubalheira do dinheiro do contribuinte na Lava Jato - Aécio Neves.
Por seu turno, o ex-governador Zé Filho, reagiu a essas falas de Sílvio Mendes com aquela "habilidade" política  que lhe é peculiar, chutando o pau da barraca, igual a símio em loja de cristal , dizendo mesmo que , o candidato a vice-governador Sílvio Mendes pouco ou quase nada contribuiu na sua mal sucedida campanha, já que Sílvio Mendes participava pouquíssimo das atividades de campanha, dado a sua estonteante preguiça.
Que belo exemplo deixarão aos seus pósteros,  esses senhores! É de lascar.