Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

sábado, 7 de outubro de 2017

Ciro Nogueira aparece em áudio prometendo recompensar Joesley


Joesley e Ciro aparecem conversando em áudioISABELA DE MENESES
Em gravações, Joesley Batista, empresário do grupo JBS, diz que vai pagar propina ao senador piauiense e presidente do PP nacional, Ciro Nogueira, que se mostrou interessado em recompensar esses repasses. Os áudios foram entregues à Procuradoria-Geral da República e divulgados nessa sexta-feira (06). 
Segundo matéria da Veja, as gravações foram fornecidas pelos delatores da JBS. Ciro Nogueira já havia aparecido anteriormente nas delações, quando no mês de setembro deste ano, foi citado por Joesley e Ricardo Saud, que informaram ter pago propina ao piauiense, em depoimentos para Justiça Federal.
De acordo a Veja, Joesley conversa com Ciro e explica, “Agora vai dar para começar…E vamos fazer de 500 em 500”, já o senador responde e faz agradecimentos, “Você me ajudou muito na eleição. Ajudou o meu partido. Eu quero lhe ajudar”, disse o parlamentar do PP.
A respeito da influência de Ciro Nogueira na Caixa Econômica Federal, Joesley questionou o senador, que respondeu prontamente o empresário. “Nós temos lá o presidente…o de operações, o de varejo, que é contratação do Occhi (…) A de habitação é minha. Um cara do Piauí”.
Em outro momento da conversa divulgada, Ciro demonstra ajudar Joesley, facilitando negócios. “Aquele negócio do seu amigo…Está lá…Só para você saber. Ele montou uma empresa. Na licitação, a empresa que ele montou identificou a proposta (…) Estou vendo se consigo ajudar com outras coisas lá…”, disse o parlamentar.
Ciro também fala sobre negócios dentro do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), “Agora é melhor colocar outra pessoa para somar com o Alexandre (conselheiro do Cade indicado pelo PP). Então, botar alguém de vocês. Tem um cara lá que quero ver se o Eunício (atual presidente do Senado) apadrinha (…) Se eu conseguir botar esse cara, resolvo. Quero ter a maioria”, disse. 
Então, Joesley responde para Ciro Nogueira, “O que interessa é resolver, né? Vou ver esse negócio do Cade, então”, disse o empresário. Na época da gravação, o grupo JBS disputava com a Petrobras no Cade para solucionar uma competição a respeito do preço do gás fornecido pela estatal a uma companhia do empresário.
Até o momento, o senador Ciro Nogueira não se pronunciou a respeito das gravações.