Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

sexta-feira, 6 de outubro de 2017

Na mira do PCC, Fábio Abreu surpreende

                            Fábio Abreu com Rodrigo Maia, em Brasília
A Polícia do Piauí não dorme no ponto. A Secretaria de Segurança confirmou, através de nota, um plano da facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC) para matar o secretário Fábio Abreu.
De acordo com a SSP, investigações do Núcleo de Inteligência da Polícia do Piauí confirmaram que dez detentos custodiados em penitenciárias do Estado estariam planejando ações criminosas para desestabilizar a atual gestão. Todos eles seriam integrantes do PCC.
“Eles estariam insatisfeitos com as operações policiais de combate a explosões de caixas eletrônicos e tráfico de entorpecentes”, informou a Secretaria em sua nota.
Garantias de vida
Por ser deputado federal, o secretário Fábio Abreu levou o assunto ao conhecimento do presidente da Câmara Federal, Rodrigo Maia (DEM-RJ), em Brasília. O presidente da Câmara acionou a Polícia Federal.
Está certo o secretário de segurança em denunciar a possível trama para matá-lo. Está certo também em pedir garantias de vida ao presidente da Câmara Federal.
E nós?
Mas fica indagação: e o cidadão comum, ameaçado todo dia no Piauí por uma bandidagem que ele nem sabe de onde vem, deve recorrer a quem, já que, para se proteger, o próprio secretário de Segurança vai pedir socorro em Brasília?
Fábio Abreu é um capitão da PM, um homem de campo, acostumado a enfrentar bandidos pessoalmente. Um policial associado à bravura, sendo por isso reconhecido pela população com o mandato de deputado federal, em 2014. No começo de sua gestão, por exemplo, ele apareceu com o pé no pescoço de um meliante, numa operação de rotina.
Dizem que era um menor. Isso, porém, não ficou completamente esclarecido. O que ficou claro, naquele episódio, foi que nem o Rambo do cinema teria a destreza do secretário de Segurança para dominar um bandido com tamanha rapidez no corpo a corpo.
Daí porque a sua atitude, diante das supostas ameaças do PCC, não deixa de surpreender.(Zózimo Tavares)