Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

terça-feira, 10 de outubro de 2017

OPOSIÇÃO DESCOBRE GOLPE DE W.DIAS

GOVERNADOR MANDOU PARA ALEPI PROJETO DE REFIS QUE ESCONDIA AUMENTO DE IMPOSTOS E USO DE EMPRÉSTIMOS PARA PAGAR SALÁRIOS
Robert Rios apontou que Wellington torrou o dinheiro do Estado com política e agora quer aumentar impostos para arrecadar maisNa sessão de ontem (09), os deputados estaduais de oposição revelaram uma movimentação mais do que suspeita do Governo do Estado. Sua excelência governador Wellington Dias mandou à Alepi um projeto de aumento de impostos “disfarçado” de recuperação fiscal, o REFIS. E não é só isso: o texto também autoriza que o governador use dinheiro de empréstimos para pagar salários. O deputado Gustavo Neiva (PSB) foi o primeiro a perceber os aspectos estranhos do processo. Tratou de reunir os demais da oposição. O primeiro impacto seria o aumento do preço da gasolina e da energia elétrica. O deputado Robert Rios (PDT) se manifestou questionando as condições em que a mensagem foi recebida pela Casa. O parlamentar se mostrou desconfiado até com a leitura do projeto, que é obrigatória. Rios também apontou as “pegadinhas” do governador Wellington Dias (PT). Em julho deste ano, o governador já havia sancionado uma primeira lei de aumento de impostos que começa a valer em 2018.
Depois de gastar mal o dinheiro do governo, Wellington quer usar os recursos de empréstimos que deveriam ser investimento em infraestrutura para bancar indiretamente comissionados (imagem: Marcos Melo | PoliticaDinamica.com)Depois de gastar mal o dinheiro do governo, Wellington quer usar os recursos de empréstimos que deveriam ser investimento em infraestrutura para bancar indiretamente comissionados 
A mensagem de número 54 de 2017 traz novos aumentos sobre aqueles que ainda nem haviam sido cobrados. E o mais estranho: um artigo do projeto de lei autoriza o governador Wellington Dias a utilizar recursos de operações de crédito para tapar o rombo nas contas da previdência, mas especificamente nos Fundos de Previdência Social dos Servidores do Estado do Piauí. Segundo Robert, assim, o governador pode "manter gastos irresponsáveis com comissionados e novas estruturas de governo". (Política Dinâmica- Marcos Melo)
Confira no vídeo!