Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quinta-feira, 30 de novembro de 2017

Água jorrando forte no Piauí

Água  x imposto 
Impressiona a pujança do mercado de água mineral no Piauí. Já são dezenas de engarrafadoras, o que torna o Estado um dos grandes produtores. 
Mas o que mais impressiona é que a arrecadação de imposto desse produto é muito insignificante.

Em tempo: O ex-governador Zé Filho anuncia para breve a inauguração de uma outra fábrica de água mineral, esta de sua propriedade: Nas proximidades de sua fazenda em Buriti dos Lopes.(BS)
Alô, Wellington!
Dois poços tubulares, com vazão de 450 mil litros por hora, estão jorrando água dia e noite, na Fazenda Serra Negra, em Aroazes. A água está sendo desperdiçada, criminosamente. 
Uma grande contradição num Estado onde há decreto de emergência por causa da seca.

Muita luz
Se faz muita festa em torno dos parques eólicos e solares piauienses que são, reconhecidamente, os maiores do Brasil, e já alimentam de energia uma cidade de um milhão de habitantes.
Tudo muito bem. 

Sem vento...
Mas o que ainda ninguém conseguiu ainda foi fazer com que parte desse dinheiro fique no Piauí. 
Porque o imposto cobrado das empresas não é retido aqui. 
Sem imposto...
Fora a geração de empregos diretos e indiretos, uma verdadeira fortuna está saindo do estado. Está na hora de alguém tomar uma providência para ver se há um caminho para uma tarifação tributária que justifique a euforia sobre tema.(Portalaz)