Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

segunda-feira, 6 de novembro de 2017

Covardes Brasileiros



J. A. Puppio*
Quando um covarde consegue o poder, não sabemos quando a covardia vai aparecer no cenário. O Covarde não enxerga o mal que faz, tanto  para o próximo ou para uma população inteira, o mais importe a ele é o poder que conseguiu.
E nesse cenário temos que reconhecer os diversos covardes que tomaram o poder em nosso país. Boa parte deles se vale do discurso de que foram escolhidos pelo povo, no entanto parece que eles não entenderam qual seu real papel diante da sociedade.
Os covardes brasileiros não percebem que podem provocar um simples percalço a uma pessoa ou um dano irreparável ao país. Eles não pensam nas consequências de seus atos, apenas no que tais atitudes podem lhes trazer de benefícios. E é sempre bom ressaltar que esses diversos benefícios são oriundos de dinheiro nosso, dinheiro que devia ser empregado na saúde, na educação, em infraestrutura, entre diversas outras coisas, mas que ultimamente tem servido apenas para pagar os desfrutes dos nossos covardes profissionais.
Esse sintoma tem tomado conta do Estado Brasileiro, para onde olhamos percebemos covardes profissionais, que pensam apenas em seus próprios umbigos, sem se importar com mais nada ou ninguém.
Todos os dias surgem novos covardes, as facilidades estampadas no noticiário chamam a atenção de quem tem a formação fraca e acaba preferindo os caminhos mais curtos e rentáveis, mesmo que esses caminhos nem sempre levem à glória. O objetivo dos covardes é alcançar a riqueza, independente dos meios utilizados, se no final eles estarão em um grande castelo cercado por luxos ou em um presídio não  importa, eles apenas querem conquistar e permanecer durante o tempo que for possível em um status de poder que jamais será alcançado por nós, meros mortais.
Mas não ache que crescer e permanecer em uma vida simples é ruim. Pense que tudo que nós, meros mortais, temos, é realmente nosso, conquistado com nosso suor de muito trabalho. É sempre bom ter a certeza da consciência tranquila, coisa que os covardes podem até fingir bem que não se preocupam, mas que fatalmente será cobrada em algum momento.
O fato é que a covardia é uma doença dos fracos que sempre está escondida no seu eu, independente de que raça seja: índio, branco, amarelo, negro, brasileiro ou de qualquer país, a covardia está entre os principais fatores do fracasso. Fracasso pessoal e fracasso de toda uma nação, que mesmo não tendo culpa, paga pelos erros desses que cometem tantos erros. 
*J.A.Puppio é engenheiro, empresário e autor do livro “Impossível é o que não se tentou”