Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

sábado, 25 de novembro de 2017

Monalysa: a um passo da coroa

A trajetória da jovem de 18 anos, natural do Piauí, que conquistou o título de Miss Brasil 2017, é marcada por muita dedicação, conquistas e, principalmente, força de vontade. Cada passo novo passo dado por Monalysa Alcântara em sua carreira diminui a distância entre ela e seu sonho o de ser miss. Há alguns meses, desde que foi eleita a mulher mais bonita do Brasil, a piauiense mantem seu foco para ir longe: a disputa de mulher mais bonita do mundo. Neste domingo, nos EUA, acontece o concurso Miss Universo do qual ela está participando.
A beleza sempre foi algo que chamou atenção, mas sua atitude, postura e discurso afiado a fizeram despontar desde cedo. O primeiro contato da jovem com o universo miss veio quando conquistou o segundo lugar no concurso Miss Teen Brasil. A participação lhe rendeu experiência e estimulo para encarar o concurso adulto. Já neste ano, Monalysa conquistou a coroa de Miss Piauí e embora soubesse o que lhe aguardava, não imaginava que ali era o começo de um grande sonho que começaria a vivenciar.
Aos 18 anos, Monalysa foi a terceira negra a vencer o concurso. Antes dela, Raíssa Santana, do Paraná, ganhou em 2016, e Deise Nunes, do Rio Grande do Sul, em 1986. Mesmo isso representando um marco na história do concurso, uma vez que a diversidade e a quebra de padrões tem sido pautas constantes, a escolha gerou reações contrárias. Nas redes sociais, internautas despejaram ódio e preconceito. Monalysa não se deixou abater e seguiu firme e focada no Miss Universo.
“Não faço nada se não tiver um propósito, quando eu trabalhava apenas como modelo sempre tive uma personalidade muito forte, pautando algumas coisas que achava importante. O mundo miss agora me dá a oportunidade de colocar essas pautas para as pessoas. Nesse universo você é modelo, tem glamour, mas também tem voz e personalidade”, comentou ela em entrevista, já como Miss Brasil, enfatizando que usaria o título para enfatizar sua luta a favor das mulheres negras. 
Há alguns dias confinada em um hotel, com outras misses candidatas ao título, onde se prepara para a final, Monalysa tem divulgado detalhes da sua participação no concurso. No último sábado, no National Costume, a popular apresentação do Traje Típico de cada país no Miss Universo concurso. O traje da miss foi criado pela estilista Michelly X e chama a atenção para o crescente problema das queimadas na Amazônia. A luxuosa peça, denominada “Deusa Protetora da Natureza”, está avaliada em R$ 30 mil reais e demorou cerca de 30 dias para ficar pronta.
A consultora de moda e estilo Gizela Falcão, experiente quando o quesito é passarela, acredita que a postura de Monalysa vai fazer com que ela vá longe dentro da competição. “Tive contado com a Monalysa como modelo. Acho ela fisicamente preparada, é uma negra linda e tem os traços bonitos independente do biotipo.  Ela tem elegância natural, mesmo tendo ali algo que foi trabalhado, ela tem algo que é nato”, comenta.
Gizela acrescenta que é essa espontaneidade que faz a diferença e diferencia Monalysa das demais. “Ela tem uma classe que vem de dentro e essa é a maior luz que ela tem. Ela consegue da entrevista com naturalidade, a gente percebe que não é algo forçado. Ela vai longe porque não tem algo mecânico, lógico que houve um preparo, mas ela tem algo que vai além e por isso estou botando muita fé que ela vai longe no concurso”.
A 66ª edição do Miss Universo acontece na cidade de Las Vegas, nos Estados Unidos. A atual detentora do título é a francesa Iris Mittenaere. O concurso será transmitido neste domingo (26), a partir da meia-noite,. A apresentadora Renata Fan ancora a transmissão, na Band, que terá como convidados a Miss Brasil Be Emotion 2016 Raissa Santana e o stylist Rapha Mendonça. A tradução simultânea será feita por Malcolm Forest e Célia Regina R.D. Kfouri.
Por: Yuri Ribeiro - Jornal O Dia