Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

sábado, 11 de novembro de 2017

Os erros de Wellington

Por: Arimateia Azevedo
Wellington Dias é certamente um político inteligente e com capacidade de articulação acima da média, além de usar e abusar de sua simpatia para angariar aliados. No entanto, parece agora estar tomado por um espírito ruim que o guia por caminhos tortuosos no campo da política porque está cometendo erros atrás de erros. Errou (e erra) ao confrontar um aliado como Ciro Nogueira, num processo que só não desgasta mais a relação porque o senador compreende que precisa estar ao lado de Wellington para assegurar-se de uma base política e eleitoral mais confortável para tentar a reeleição.  O erro com Ciro se configura, porém, em erro com o PMDB, que é menos um partido e mais uma frente de interesses pontuais, que se entrega em bloco na ocupação de espaços administrativos, mas negocia em separado quando o assunto é apoio eleitoral. Assim, vê-se um Wellington Dias que admoesta um aliado cordato (Ciro) enquanto faz corte a um aliado indisciplinado e que exige um preço muito além de seu valor de face, o PMDB. Wellington já foi vítima de dirigentes peemedebistas, mas parece que não aprendeu a lição. O PMDB, todos sabem, come no todo, mas na hora do apoio se divide e nega o que havia combinado em troca do que ganhou no governo.