Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quinta-feira, 23 de novembro de 2017

Promotor de Justiça expede recomendações ao prefeito Mão Santa


O Ministério Público deu um prazode 10 dias para que o prefeito Mão Santa e a secretária de Educação respondam por escrito.
ISABELA DE MENESESO Ministério Público do Estado (MP-PI) expediu recomendações ao prefeito municipal de Parnaíba, Mão Santa, e sua secretária de Educação, Altair Maria Sousa Marinho, no dia 22 de novembro deste ano. As recomendações foram feitas pelo promotor de Justiça Cristiano Farias Peixoto, a respeito do não cumprimento da carga horária mínima de aulas no município do litoral.Assim, o prefeito e a secretária devem cumprir a determinação legal, para que as escolas de Parnaíba ofertem aos alunos da rede municipal de ensino a carga horária mínima de 800 horas, distribuída em pelo menos 200 dias letivos.As recomendações foram expedidas após o MP receber denúncias sobre diversos municípios do Piauí que estão descumprindo o calendário escolar, e que existe a antecipação do término do ano letivo. Por consequência, a carga horária mínima de aula não é a estabelecida na Lei de Diretrizes e Bases da Educação. O que pode acarretar prejuízo aos alunos, que não terão acesso ao conteúdo das disciplinasO Ministério Público deu um prazo de 10 dias para que o prefeito Mão Santa e a secretária de Educação respondam por escrito sobre as providências adotadas e apresentem o Calendário Escolar do ano letivo de 2017.(Viagora)