Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quarta-feira, 1 de novembro de 2017

WELLINGTON QUER DINHEIRO A QUALQUER CUSTO

GOVERNADOR SUPLEMENTA ORÇAMENTO DA ALEPI NO DIA DA VOTAÇÃO DO AUMENTO DE IMPOSTOS QUE FARÃO R$ 150 MI ENTRAR NO CAIXA, MAS NÃO ESTAVA FALTANDO DINHEIRO AGORA?
Pouca gente já tinha visto Wellington tão zangado, mas essa situação está se tornando mais frequente; nas últimas semanas, o atraso na aprovação do segundo aumento de impostos na Alepi fez o petista perder o sono -- e ter seguidos ataques de nervos -- até manobrar uma solução 
O Diário Oficial desta quarta-feira traz as exonerações de secretários de Estado para que eles, também deputados, possam aprovar o aumento de impostos na Alepi. Ordens do governador Wellington Dias. A manobra tirou dois deputados do PP -- Belê e Bessah -- do plenário. Os deputados já haviam entrado num consenso de votar contra. Na última segunda-feira (30) a vice-governador Margarete Coelho desmentiu a versão de Wellington Dias e de seu secretário de Administração e Previdência de que não há mais onde cortar gastos. Em entrevista ao Política Dinâmica, ela afirmou que o governo ainda não enxugou todas as suas contas e deveria fazer isso antes de obrigar o povo a tapar o rombo nas finanças.
As letras estão tremidas, mas este documento é extraído do original e, embora pareça feito para não entender, com esforço é possível ver que o Decreto 17.448/17 foi numerado de caneta com data do dia 30 de outubro, mas publicado apenas no dia 31, ontem, véspera da votação do aumento de impostos; São R$ 12 milhões para a Alepi e outros R$ 13 para o Tribunal de Justiça (imagem: Comepi)As letras estão tremidas, mas este documento é extraído do original e, embora pareça feito para não entender, com esforço é possível ver que o Decreto 17.448/17 foi numerado de caneta com data do dia 30 de outubro, mas publicado apenas no dia 31, ontem, véspera da votação do aumento de impostos; São R$ 12 milhões para a Alepi e outros R$ 13 para o Tribunal de Justiça (
Mas não é que o mesmo Diário Oficial traz, logo antes das exonerações, uma suplementação orçamentária para a Assembleia? O governador está depositando R$ 12 milhões de reais para os deputados. A assessoria de comunicação do governador Wellington Dias não retornou nossos contatos. Mas o deputado João Mádison (PMDB) atendeu nossa ligação para explicar que esse é o dinheiro destinado ao pagamento do 13º salário na Alepi. Não apenas dos deputados, mas dos servidores também. Deixou escapar que os repasses do Estado estavam atrasados e foram colocados em dia justamente hoje, quando será votado o aumento de impostos. Parece que todo mundo estará bem motivado no legislativo nesta quarta-feira. Também no mesmo decreto, o Tribunal de Justiça do Piauí recebe mais R$ 13 milhões. 
Na sua frente eles podem até sorrir um para o outro, mas o presidente da Alepi sabe que não pode confiar cegamente -- nem de olhos abertos -- no governador Wellington Dias; e o petista sabe que não aprova nada na Alepi sem a permissão do presidente da Casa (foto: Jailson Soares | PoliticaDinamica.com)Na sua frente eles podem até sorrir um para o outro, mas o presidente da Alepi sabe que não pode confiar cegamente -- nem de olhos abertos -- no governador Wellington Dias; e o petista sabe que não aprova nada na Alepi sem a permissão do presidente da Casa
W.Dias sabe que o aumento de impostos vai lhe custar um bom preço em imagem. Mas também trará R$ 150 milhões para a conta única do governo. E o petista avalia que os recursos destinados à Coordenadoria de Comunicação para 2018 darão conta do recado no ano de eleição. O orçamento da coordenadoria de Comunicação -- a propaganda oficial do Estado -- é de R$ 34 milhões. O petista aposta na memória curta do piauiense, que não tem lhe faltado desde 2006, ano de sua primeira reeleição.(Marcos Melo - Política Dinâmica)