Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quinta-feira, 14 de dezembro de 2017

OBRAS DO GOVERNO NÃO EXISTEM NO EXTREMO SUL

MORADORES E GESTORES DA REGIÃO RELATAM DESCASO COM A FALTA DE ESTRADAS QUE DEVERIAM ESTAR SENDO EXECUTADAS PELO GOVERNO
Estrada para a Chapada das Mangabeiras é um sonho antigo, mas o que existe no trecho é apenas uma via carroçal e com muita lama
A reportagem do Política Dinâmica foi até o extremo Sul do Piauí conferir se algumas das mais importantes obras do empréstimo de R$ 600 milhões do governo do Estado junto à Caixa Econômica Federal estão sendo executadas. Parte do dinheiro já foi liberada e sacada da conta do convênio, mas a maioria das obras sequer começou a sair do papel. Essa é a realidade de duas estradas que mudariam a vida de muita gente.
Em Corrente, a 870 km de Teresina, o asfaltamento da estrada que dá acesso à região da Chapada das Mangabeiras, na divisa com a Bahia, é um sonho antigo. Moradores da região contam que há quase 100 anos se fala na obra, mas ela nunca virou realidade. Se fosse feita, a pavimentação asfáltica diminuiria a viagem de quem vem da Bahia para a região dos Cerrados piauienses em até 150 km e ainda ajudaria o município de Corrente com arrecadação de ICMS.
ISOLADO DO MUNDO

Outra população que sofre sem estrada é a de Morro Cabeça no Tempo, município bastante pobre da região Sul do Piauí. No dinheiro do empréstimo tomado pelo governo estadual, mais de R$ 15 milhões seriam para asfaltar a principal via de acesso à cidade.  Morro Cabeça é um dos quatro municípios do Piauí sem acesso com estrada asfaltada. Por lá, a obra também tem sido motivo de promessas ao longo dos anos. São quase 50 km de Avelino Lopes até à cidade.(Gustavo Almeida)