Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quarta-feira, 17 de janeiro de 2018

LULA CONDENADO: W.Dias tenta convencer que sua viagem ao RS e SP é oficial

BOM DE PAPO – Pela terceira vez, o governador do Piauí vai prestar apoio ao ex-presidente Lula no seu envolvimento na Operação Lava Jato.  Lula foi condenado a nove anos de cadeia e a segunda instância da Justiça Federal vai decidir no próximo dia 24/01 se a sentença será mantida.
Em maio do ano passado, durante o primeiro depoimento de Lula a Sérgio Moro, Wellington Dias garantiu que pagou as despesas dos seu cartão de crédito. CONFIRA AQUI
Depois em setembro, durante o segundo depoimento de Lula ao juiz Moro, há um verdadeiro desencontro de informações sobre o uso do avião oficial do governo do Piauí, alem de um verdadeiro buraco na agenda oficial do petista Wellington Dias. O caso foi questionado pelo Blog Código do Poder junto ao Palácio do Karnak, que preferiu manter o silêncio (o blog tem todos os diálogos com a Coordenadoria de Comunicação do Estado).
BURACO NA AGENDA DE WELLINGTON DIAS – O segundo depoimento de Lula ao juiz Sérgio Moro foi no dia 13 de setembro de 2017. Na ocasião, o governador do Piauí encaixou sua agenda oficial de Diamantina-MG para Brasília no dia anterior (dia 12/09/17 – CONFIRA AQUI)
No dia 13/09, Wellington Dias estava em Curitiba-PR na manifestação de apoio ao presidente Lula, um comportamento que não tem sido seguido por outros governadores de seu partido que tem mantidos suas agentes e preocupações com a administração de seus estados.  A viagem foi informada como sendo de caráter pessoal pelo assessoria do governador.  Nada consta no dia 13/09 na agenda oficial.
Ocorre que, não há informação na agenda onde Wellington Dias deixou o avião oficial Hawker 400A Prefixo PT-WJS.  Também não consta na agenda como o governador foi para a Curitiba, se usou o avião oficial ou se pagou a passagem do próprio bolso.
CCOM NUNCA EXPLICOU O BURACO NA AGENDA – O blog na época recebeu a informação que o avião do governo do Piauí teria saído de Brasília e ido para São Paulo e que a comitiva de Lula teria embarcado para Curitiba no aeroporto de Campinas. A outra informação era de que o avião do Piauí também teria pousado em Campinas, o que geraria mais despesas para os cofres públicos estaduais.
Porem, passados quatro meses, a Coordenadoria de Comunicação do Piauí preferiu manter o silêncio e não respondeu aos questionamentos do Blog.
COM DINHEIRO DO PIAUÍ – Na manhã desta terça-feira(16), em entrevista na TV Cidade Verde, o governador confirmou que vai ao Rio Grande do Sul e vai estar ao lado de Lula em São Paulo acompanhando o julgamento do recurso do ex-presidente que foi condenado a nove anos de prisão pelo juiz Sérgio Moro.
O governador Wellington Dias garante na entrevista que sua ida ao Rio Grande do Sul trata-se de uma agenda oficial para falar sobre a Transnordestina.  Confira no final da entrevista  a conversa do governador sobre os motivos de sua ida a Porto Alegre dia 23 de janeiro e a São Paulo no dia 24. (Código do Poder)