Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

terça-feira, 9 de janeiro de 2018

Mototaxistas legalizados são recebidos pelo prefeito Mão Santa: Querem proteção contra o exercício ilegal da profissão


Um grupo de mototaxistas foi recebido nesta segunda-feira (8), pelo prefeito Mão Santa, em seu gabinete na Fiepi. Eles pediram ao prefeito apoio para que o trabalho deles não seja prejudicado com a concorrência desleal daqueles que ainda não estão legalizados, conforme exige a lei nº 3.151, de 7 de novembro de 2016, sancionada no ano passado pelo prefeito Mão Santa. São conhecidos como “piratas”.
O prefeito lembrou que hoje a profissão deles (mototaxistas) é legalizada e a lei nacional foi criada à época dele no senado da república. “Nós sancionamos a lei municipal e agora, assim como é exigido que o médico, para exercer a profissão legalmente, tenha a inscrição no CRM – Conselho Regional de Medicina, é justo que para o exercício da profissão de mototaxistas também seja exigido o cumprimento da lei, com pagamento de alvará, moto numerada, colete com o nome do profissional, dentre outras coisas”, destacou.
A grande preocupação dos mototaxistas é com a ação de bandidos que colocam coletes e saem trabalhando como se fossem profissionais legalizados. “Já aconteceram assaltos, estupros, violência de todo o tipo e isso faz com que parcela da população tenha medo de utilizar nossos serviços”, disseram na ocasião.
Hoje já são mais de 400 profissionais devidamente regularizados, junto à secretaria municipal de transportes e ao Sindicato dos Mototaxistas de Parnaíba (SIMPAR), cujo presidente interino é Sebastião Pereira de Sousa. Ainda existem mais de 300 vagas aguardando que novos interessados procurem o sindicato e a secretaria municipal de transportes para se legalizarem. O prazo final para o cadastramento é dia 9 de fevereiro.
Para o prefeito Mão Santa, é preciso que a população se  proteja e utilize como meio de transportes apenas aqueles mototáxis legalizados. “Foi uma conquista recente do povo brasileiro e compete a cada município receber este benefício. O governo é responsável pelo cadastro e legalização. Hoje são profissionais que cumprem as exigências da lei. Cabe à população, para sua própria segurança, valorizar e prestigiar os mototaxistas cadastrados. Valorizando-os, cada um valoriza a própria vida”, destacou o prefeito.
Fonte: SupCom-PMP