Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

sexta-feira, 5 de janeiro de 2018

Senadores piauienses custaram mais de R$ 2,6 milhões no último ano

                                                         Ciro NogueiraRAYANE TRAJANOOs três senadores piauienses Ciro Nogueira (Progressistas), Elmano Férrer (PMDB) e Regina Sousa (PT) custaram mais de 2,6 milhões de reais aos cofres públicos no ano de 2017. O levantamento tem como base o Portal da Transparência do Senado Federal. O valor é referente apenas às despesas pessoais do senadores, sem contabilizar a folha de pagamento de servidores dos gabinetes. O senador mais caro foi Ciro Nogueira, além do salários, que anualmente soma pouco mais de R$ 405 mil, o progressista gastou R$ 592.164,61 (quinhentos e noventa e dois mil, cento e sessenta e quatro reais e sessenta e um centavos) entre janeiro e dezembro do ano passado.
                                     Senador Elmano Ferrer
Em segundo lugar no ranking de despesas, ficou o peemedebista Elmano Férrer. O total foi de R$ 839.441,02, desses, R$ 405 mil é a soma da remuneração. O senador não recebe auxílio-moradia, pois usa o imóvel funcional disponível para parlamentares.
A senador Regina Sousa, custou R$ 829.457,63 (oitocentos e vinte e nove mil, quatrocentos e cinquenta e sete reais e sessenta e três centavos) aos cofres públicos em 2017. Retirando os R$ 405 mil do salário, o gasto com as viagens, aluguel de imóveis e outras despesas “para exercício da atividade parlamentar”, somaram R$ 358.352,63.                               Senadora Regina Sousa
Assim como Ciro Nogueira, a petista também recebe auxílio moradia no valor mensal de R$ 5.500,00, que somaram R$ 66 mil ao ano.
As informações disponibilizadas no Portal da Transparência do Senado são atualizadas conforme o recebimento dos dados do Sistema Integrado de Administração Financeira do Governo Federal (SIAFI).